Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Queimadas quase dobraram em relação a 2013

20/09/2014 às 09:51
por Alexandre Nascimento

Segu
ndo dados do Ministério da Ciência e Tecnologia, neste mês de setembro de 2014 já tivemos registro de quase 100.000 focos de incêndio registrados no país. Em 2013, devido à atuação de mais frentes frias e com temperaturas bem mais baixas, os satélites registraram entre janeiro e setembro cerca de 55500 queimadas.  A diferença entre os dois anos está em quase 90%. O Estado campeão neste ano é famoso por esse motivo. Mato Grosso já tem agora em 2014 quase 19000 focos, sendo que quase 5000 foram detectados só neste mês de setembro (até o dia 19/09). Em segundo lugar vem o Estado do Pará, com pouco mais de 14000 queimadas registradas e logo depois vem o Maranhão, com 12000 focos. Esse aumento se deu principalmente pela falta de chuva (que causa estresse hídrico na vegetação), como podemos verificar nos mapas abaixo desses últimos dois meses. Tanto em agosto, como nos primeiros dias de setembro, choveu bem menos do que o normal - que já é bem baixo (nesses meses, normalmente, chove pouco no Brasil Central).    A boa notícia é que há previsão de chuva em várias áreas do país nos próximos dias. Os modelos numéricos de previsão de clima já indicavam um aumento de chuva no fim do mês de setembro e principalmente em outubro no Sudeste e no Centro-Oeste. As áreas onde o modelo numérico de previsão do tempo indica mais chuva para os próximos dias estão entre os Estados do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul (áreas em verde no mapa abaixo). Também deve aumentar gradativamente a chuva em Mato Grosso.