Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Quem pode ter recorde de frio nos próximos dias?

28/05/2015 às 16:55
por Josélia Pegorim

A ch
uva, o excesso de nuvens dificultando a entrada dos raios de sol e o ar polar causam queda da temperatura no centro-sul do Brasil nestes últimos dias de maio. Estas condições podem acontecer isoladamente ou ao mesmo tempo. A nova massa de ar polar que começou a atuar sobre o Sul do Brasil nesta quinta-feira já provocou uma acentuada queda da temperatura nos interior da Região Sul. A temperatura chegou aos 5,4°C na região do morro do Igreja, em Bom Jardim da Serra, no alto da serra de Santa Catarina. São Paulo teve uma forte queda temperatura porá causa da chuva e aumento da nebulosidade. A temperatura máxima ficou em torno dos 23°C, segundo do Instituto Nacional de Meteorologia, depois do calor de 28°C na tarde de quarta-feira. Recorde de frio em Campo Grande (MS) : tarde mais fria Em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, por causa da chuva, do céu nublado e do ar polar, a temperatura ficou baixa o dia todo. A tarde desta quinta-feira, 28, foi a mais fria do ano até agora, com temperatura máxima de 21,9°C. O recorde anterior de menor temperatura máxima era de 23,1°C, em 18 de maio. Recorde de frio em Porto Alegre: tarde mais fria do ano Pelo segundo dia consecutivo, Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul, bateu recorde de menor temperatura máxima neste ano. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a tarde desta quinta-feira, 28, foi a mais fria de 2015 até agora, com temperatura máxima de 18,2°C . O recorde anterior de menor temperatura máxima era de 19,5°C, em 27 de maio. Confira quais e quando as capitais do Sul, do Sudeste e do Centro-Oeste podem registrar novos recordes de frio até o dia 2 de junho, considerando as temperaturas máximas e mínimas registradas nas estações meteorológicas convencionais do Instituto Nacional de Meteorologia e os valores previstos pela Climatempo.