Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Rio Branco é alagada pela cheia do rio Acre

23/02/2015 às 22:12
por Josélia Pegorim

Enqu
anto estados do Nordeste e Sudeste lutam contra a seca, no Norte o drama das alagações por acusas da cheia dos rios volta a se repetir. A chuva intensa que caiu sobre o Acre no fim de semana colaborou para a elevação e transbordamento do rio Acre. No domingo,  o nível do rio superou a cota de transbordamento que é de 14 metros e as águas invadiram Rio Branco, capital do Acre. A cidade de Brasiléia entrou em estado de calamidade pública nesta segunda-feira. A água do rio Acre quase cobria o telhado das casas.     Cidades do sul do Amazonas, próximas da divisa com o Acre, enfrentam a cheia do rio Juruá. Já em Rondônia, o nível elevado do rio Madeira e do Mamoré também já preocupa. No ano passado, a cheia histórica do Madeira isolou as estradas de ligação com o Acre por muitas semanas.  Na região Alto Solimões, a elevação do nível também já preocupa.     Mais chuva As áreas de instabilidade sobre o Norte do Brasil vão continuar ativas nos próximos 15 dias. A previsão é de que as pancadas de chuva continuem frequentes e podem ser fortes em muitas horas. Sobre o Acre e o sul do Amazonas, a estimativa é de que chova mais de 150 mm até 10 de março. O nível dos rios no sul do Amazonas, Acre e Rondônia pode subir ainda mais. A elevação do rio Solimões As imagens de satélite mostram a situação do sábado (21) sobre o Acre. As manchas amarelas entre o Acre, Amazonas e Rondônia representam nuvens muito carregadas com potencial para provocar chuva muito forte e volumosa. Em Rio Branco, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, choveu quase 100 mm entre a tarde do dia 21 e a madrugada do dia 22 de fevereiro.     Saiba porque o reservatório de Tucuruí pode não sangrar este ano.