Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Rio Branco, Porto Velho e Moscou: novos recordes de calor para 2010

29/07/2010 às 17:41
por Josélia Pegorim

ong>Uma grande onda de frio entra no centro-sul do Brasil na semana que vem e novos recordes de frio poderão ser estabelecidos A presença do ar seco e quente determinou uma tarde de sol forte e temperatura elevada nos estados do Acre e de Rondônia. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a tarde desta quinta-feira foi a mais quente do ano, até agora, em Rio Branco e em Porto Velho. Em Rio Branco, a temperatura às 15 horas (de Brasília) foi 34,3ºC. O recorde de calor anterior era de 34,2 ºC, no dia 20 de abril.  Em Porto Velho, a temperatura às 15 horas (de Brasília), foi de 37,2ºC e o recorde anterior era de 36,3ºC, no dia 25 de julho. Estes dois valores podem ser alterados após as 21 horas (Brasília), quando for feita a leitura do termômetro de máxima. A temperatura pode ter subido alguns décimos após a leitura das 15 horas. O baixo índice de umidade no ar em Porto Velho também é destaque nesta quinta-feira. Às 15 horas, o Inmet registrou 19%, sendo o  menor valor dentre todas as capitais. Os primeiros dias de agosto podem proporcionar novos recordes de frio, mas especialmente das menores temperaturas mínimas. As capitais com maior chance de novos recordes são Porto Alegre, Curitiba,  Cuiabá, Porto Velho e Rio Branco.

Recordes de frio e calor em 2010 (até 29 de julho)

Atenção: os dados desta tabela consideram apenas os valores registrados nas estações meteorológicas convencionais do Instituto Nacional de Meteorologia

Capital Menor temperatura mínima 2010 Menor temperatura máxima 2010 Maior temperatura mínima 2010 Maior temperatura máxima 2010
Porto alegre 2,4ºC – 15 jul 11,2ºC – 13 jul 27,9ºC – 03 fev 38,5ºC – 03 fev
Florianópolis 5,1°C - 15 jul 13,2ºC – 16 jul 26,4°C – 07 fev 34,7ºC – 07 fev
Curitiba 3,9ºC – 7 jun 10,0ºC – 15 jul 22,0ºC – 27 fev 33,5ºC – 05 fev
São Paulo 8,7ºC - 7 jun 15,5ºC – 14 jul 23,4ºC – 12 fev/14 mar 33,8ºC – 02 fev
Rio de Janeiro 10,5°C - 15 jun 21,1ºC – 1 jun 29,3°C – 12 jan 41,8ºC –16 fev
Belo Horizonte 8,8ºC – 13 jun 20,0ºC - 10 mai/ 2 jun 23,4ºC – 18 fev 34,3ºC - 17 fev
Vitória 13,8ºC – 20 jun 20,5ºC – 4 jun 25,9ºC –14 mar 37,3ºC – 24 fev
Campo Grande 5,9ºC - 14 jul 10,9ºC – 16 jul 24,6ºC - 04 fev 35,4ºC – 05 fev
Cuiabá 9,2ºC – 13 mai 13,1ºC – 17 jul 25,6ºC – 22 abr 37,6ºC – 10 mar/20 abr
Goiânia 11,5ºC – 22 jun 24,2ºC – 23 jan 22,6ºC – 18 jan 35,3ºC – 03 fev
Brasília 9,4ºC – 15 jun 22,1ºC - 6 jun 21,6ºC – 04 fev 30,6ºC – 13 mar
Salvador 18,8ºC – 04 jul 22,4ºC – 03 jul 25,5ºC – 05 mar 34,6ºC – 23 mar
Aracaju 20,4ºC - 15 jun 25,1ºC – 12 abr 27,7ºC - 18 fev 33,8ºC – 06 jan
Maceió 19,0ºC – 04 jun 26,0ºC – 18 jun 24,9ºC – 17 fev 34,8ºC – 28 fev
Recife 19,2ºC - 21 mai 26,0ºC – 16 jun 27,1ºC - 16 mar 34,0ºC – 04 mar
João Pessoa 18,4ºC - 15 jun 25,4ºC – 14 jun 29,1ºC – 30 mar 33,6ºC – 23 mar
Natal 21,1ºC – 19 jul 26,0ºC – 25 jul 28,7ºC – 20 fev 33,2ºC – 16 mar
Fortaleza 21,8ºC – 26 jun/21 jul 27,5ºC – 03 jan 27,1ºC - 08 fev/10 mar 34,0ºC – 05 fev
Teresina 18,6ºC – 29 mar 27,6ºC – 1 jan 26,0ºC – 18 fev 36,0ºC – 21 jan
São Luís 21,7ºC – 04 jan 25,4ºC – 31 mai 27,0ºC – 06 fev 35,4ºC – 06 fev
Porto Velho 13,1ºC – 18 jul 22,0ºC – 17 jul 25,5ºC – 17 fev 36,3ºC – 25 jul
Rio Branco 9,9ºC – 19 jul 14,7ºC – 17 jul 29,0ºC – 22 mai 34,2ºC – 20 abr
Manaus 20,6ºC – 19 jul 24,7ºC – 18 jul 26,8ºC – 25 mai 35,7ºC – 09 mar
Boa Vista 20,9ºC – 5 mar 26,4ºC – 16 mai 26,6ºC –03 mar 37,0ºC – 02 mar
Macapá 22,0ºC – 12 jun 26,2ºC – 2 abr 26,6ºC – 26 mai 36,2ºC – 05 jul
Belém 20,4ºC – 20 mar 26,6ºC – 12 fev 26,1ºC – 08 mar 34,4ºC – 07 mar
Palmas 16,8ºC – 08 jul 25,0ºC – 23 jan 26,5ºC – 17 mar 38,0ºC – 29 abr

Moscou bate novo recorde histórico de calor, em menos de 1 semana.

A temperatura em Moscou chegou aos 39ºC nesta quinta-feira, superando os 37,2ºC registrados no dia 26 de julho, segunda-feira passada, até então o recorde de calor absoluto em Moscou. Até esta infernal semana de julho de 2010, o recorde absoluto de calor na capital russa era o de julho de 1920, quando a temperatura chegou aos 36,8ºC O verão de 2010 na Rússia está sendo considerado um dos mais quentes  em mais de 100 anos. A seca que assola o país fez o governo russo decretar situação de emergência agrícola em mais de 20 regiões produtoras. A onda de calor atual é uma das mais longas já registradas no país. Os incêndio florestais se espalharam também pelos arredores de Moscou, encobrindo a cidade de fumaça e elevando drasticamente os níveis de poluição. Para se ter uma idéia da força desta onda de calor em Moscou, a temperatura em julho de 2010 superou os 35ºC nos dias 17, 22, 24, 25, 26 e 29. Antes desta onda de calor, de acordo com os registros meteorológicos oficiais, a temperatura em Moscou alcançou ou passou os 35ºC, em ao menos 1 dia, apenas nos verões de 1890, 1897, 1920, 1936, 1981 e 1996.