Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Rio de Janeiro tem frio recorde neste feriado

01/05/2012 às 11:48
por Josélia Pegorim

ong>Rio de Janeiro tem frio recorde neste feriado Chuva diminui e frio aumenta amanhã   A passagem de uma frente fria, de forte intensidade, deixou o tempo muito instável em todo o Estado do Rio de Janeiro, com chuva forte, volumosas e fortes rajadas de vento. A combinação da chuva e do vento forte, de origem polar, derrubou a temperatura na cidade do Rio de Janeiro, que registrou recorde de frio. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima no Alto da Boa Vista foi de 15,4ºC. O recorde anterior de frio neste local da cidade era de 16,3ºC, em 3 de janeiro. Por volta das 11 horas da manhã, ainda sob chuva constante e o céu completamente coberto de nuvens, a temperatura variava de 18ºC a 19ºC, na maioria das áreas da cidade do Rio de Janeiro. A sensação de frio no Rio neste feriado está sendo aumentada pelos fortes ventos de origem polar. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou rajadas de 63 km/h no Forte de Copacabana, às 5 horas da madrugada e às 6 horas da manhã.   Chuva volumosa   Esta nova frente fria que chegou ao Rio de Janeiro provocou chuvas volumosas em diversas áreas do Estado. Entre 11 horas da manhã de ontem e 11 horas de hoje, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 65,4 milímetros (mm) em Xerém, 80,4 mm em Jacarepaguá, 47,6 mm no Forte de Copacabana. A região da Marambaia e Seropédica registraram em torno de 41 mm de chuva neste período. Na região de Resende e Teresópolis choveu entre 35 e 40 mm. Mas o GeoRio- Sistema Alerta Rio, da Prefeitura do Rio de Janeiro, registrou quantidades de chuva ainda mais elevadas. Entre 11h35 de ontem e 11h35 de hoje choveu aproximadamente 143 mm no Alto da Boa Vista, 113 mm na Rocinha, 108 no Vidigal e na região da Barra/Itanhangá. A chuva persiste no decorrer da tarde de hoje, mas deve diminuir à noite. Amanhã, a capital e todo o Estado do Rio, já terá períodos com sol, mas o frio será intenso e são esperados novos recordes, inclusive na capital.