Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Risco de raios continua alto sobre SP

15/01/2014 às 15:07
por Josélia Pegorim

A quantidade de raios que caiu sobre a cidade de São Paulo na noite de 14 de janeiro de 2014 impressionou. Há muito tempo os paulistanos não tinham uma noite tão iluminada por descargadas elétricas. Foram 735 sobre a capital paulista, pela medição da rede Earth Network de detecção de descargas elétricas, parceira da Climatempo no monitoramento de descargas elétricas por todo o Brasil. Fortes áreas de instabilidade cresceram sobre São Paulo espalhando uma grande quantidade de Cbs (cumulonimbus), que são as nuvens que provocam os raios. Os mapas mostram a evolução da queda de descargadas elétricas sobre o Estado de São Paulo. O pico foi entre 18 horas e 19 horas. Às 18 horas caíram 4823 raios e às 19 horas, 4545 raios. Muitos temporais ainda devem ocorrer sobre São Paulo nas próximas 48 horas. A passagem de uma frente fria pelo litoral paulista vai ajudar a formar as nuvens carregadas sobre o Estado. O calor apenas diminui.

O calor e a umidade elevada são os principais ingredientes para a formação das nuvens cumulonimbus que causam a chuva forte e também as descargas elétricas. Estas nuvens podem se formar em qualquer época do ano, em qualquer lugar, mas são mais frequentes no Brasil durante o verão, quando o ar fica úmido e quente por mais tempo.