Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

RJ terá mais chuva nos próximos dias

22/01/2015 às 20:40
por Josélia Pegorim

Nuve
ns carregadas, raios, trovões e chuva voltaram a ser observados sobre o Estado do Rio de Janeiro nesta quinta-feira. A mudança no tempo foi provocada por uma frente fria que finalmente teve força para passar pelo Sul do Brasil e conseguir chegar ao Rio de Janeiro. Foi esta frente fria que conseguiu romper o bloqueio atmosférico provocado pela forte atuação da ASAS (alta pressão subtropical do Atlântico Sul) que vinha deixando o Estado do Rio, e praticamente todo o Sudeste, com muito menos umidade e muito mais calor do que o normal para janeiro.   Mais chuva A frente fria se afasta para alto-mar, mas áreas de instabilidade ainda vão se formar sobre o Rio de Janeiro nos próximos dias. Até terça-feira, mais as pancadas de chuva vão ocorrer em diversas áreas do Estado do Rio de Janeiro, mas o sol e o calor também estarão presentes. Há risco de temporais. Com a chuva e o aumento da nebulosidade, o calor volta ao normal e a temperaturas não vão fica tão altas como vem ocorrendo desde o início de janeiro.   Chuva forte sobre o RJ Nuvens carregadas começam a crescer sobre o centro-sul do Rio de Janeiro no início da tarde de quinta-feira, 22, e no começo da noite já haviam se espalhado sobre a região dos Lagos e avançaram para o norte fluminense. Este foi o primeiro evento de chuva generalizada sobre o Estado do Rio de Janeiro este ano.   A chuva forte veio acompanhada de muitos raios. No Grande Rio, até por volta das 19h30, a chuva mais forte tinha ocorrido sobre a zona norte da cidade do Rio . O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 31,2 mm entre 16h e 17h em Duque de Caxias. Já o Alerta Rio registrou aproximadamente 22 mm sobre o Mendanha entre 18h30 e 19h30 e 17 mm sobre a ilha do Governador entre 15h30 e 19h30. Acompanhe a chuva sobre o Grande Rio e região serrana pelo Radar RJ.     Temporal sobre Petrópolis As nuvens carregadas que passaram sobre a região serrana provocam chuva forte especialmente sobre a região de Petrópolis. O INEA – Instituto Estadual do Ambiente registrou 15h30 e 19h30 75,5 mm de chuva sobre o bairro Independência. No mesmo período choveu 59,5 mm na região do Quitandinha e 51,0 mm no LNCC. Todos são volumes bastante elevados. A região de Barra do Sana, em Macaé, teve 51,6 mm entre 15h30 e 19h30 e em Angra dos Reis choveu em aproximadamente  38,1 mm neste período.   Pouca chuva  no Sudeste Apesar da quebra do bloqueio atmosférico, a maioria das áreas do Sudeste vai fechar janeiro com chuva abaixo do normal. Janeiro é o primeiro ou o segundo mês mais chuvoso do ano nos Estados do Sudeste. Os mapas mostram a anomalia de chuva (diferença entre média de chuva histórica e o volume de chuva ocorrido) em janeiro de 2014 e a situação de janeiro de 2015 até o dia 21.     Confira a análise da meteorologista Josélia Pegorim sobre a chuva no Sudeste ] Podemos ter mais apagões neste verão?