Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Salvador: recordes de chuva e de temperatura

21/03/2011 às 09:22
por Josélia Pegorim

ong>Recordes de chuva e de temperatura em Salvador Salvador fechou o verão 2011 batendo alguns recordes para o ano. Na sexta-feira, 18 de março, a capital baiana teve a menor temperatura máxima do ano, com 26,8°C, conforme o Inmet. Pouco antes, no dia 16, o termômetro marcou 33,4°C, o maior valor de 2011, até agora. A queda da temperatura no finalzinho do verão foi um dos efeitos de uma frente fria que avançou pelo litoral da Bahia e chegou a Salvador, o que não é muito comum em março. O impacto da chegada desta frente fria com o ar muito aquecido que estava sobre a cidade gerou nuvens muito carregadas que provocaram temporais de sexta para sábado. Segundo o Inmet choveu 79 milímetros entre os dias 18 e 19 de março, sábado passado. Foi a maior quantidade em 24 horas registrada este ano e também a maior precipitação no período de 24 horas desde o início de julho de 2010. Entre os dias 2 e 3 de julho de 2010 choveu 90,8 milímetros. Apesar da chuva forte recente, o balanço da chuva em Salvador este mês ainda é devedor. Em março, mas só por conta dessa chuva forte entre os dias 18 e 19, Salvador acumula quase 100 milímetros de chuva, valor que representa 69% da média. Em janeiro choveu 36% acima do normal, ma fevereiro terminou com 62% de chuva abaixo da média. Alerta de muita chuva no litoral da Bahia para esta segunda-feira A recente passagem de uma frente fria pelo litoral da Bahia deixou nuvens carregadas na região que provocam muita chuva nesta segunda-feira. Em Salvador está chovendo sem parar desde o começo da madrugada. Por volta das 9 horas, o aeroporto local registrava chuva forte e raios. A visibilidade neste horário estava reduzida para 2000 metros, por conta do tempo chuvoso. A chuva deve persistir por várias horas e podendo causar alagamentos e outros transtornos na cidade. Em Arembepe, no litoral norte da Bahia, também está chovendo muito desde ontem. Segundo o Inmet, o acumulado de chuva entre 7 horas de ontem e 7 horas desta segunda-feira chegava aos 103 milímetros. A previsão é de que a chuva continue no decorrer do dia. Aracaju e Maceió: março seco demais A falta de chuva neste mês de março é grave nas capitais Aracaju e Maceió. Segundo o Inmet, em 20 dias, Maceió acumulou apenas 10,8 milímetros de chuva, sendo que a média normal para o mês é de 191 milímetros. E Aracaju, capital de Sergipe, a média de chuva normal em março fica em torno dos 149 milímetros e em 20 dias choveu apenas 2,4 milímetros. Pancadas de chuva devem ocorrer até o fim do mês nas duas capitais, mas de forma rápida e em geral com pouco volume. Não há expectativa de grandes áreas de nuvens que fiquem persistentes por vários dias no litoral de Sergipe e nem de Alagoas, capazes de provocar chuvas mais volumosas em Aracaju e Maceió.