Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo bate recorde de frio até o fim da semana

28/04/2015 às 18:32
por Josélia Pegorim

A ci
dade de São Paulo volta a ter “emoções meteorológicas” a partir desta quarta-feira. Apesar da previsão de chuva, não há expectativa de temporais, com raios. O que deve virar motivo de comentários é a queda da temperatura, a sensação de frio. A passagem de frente fria não provoca muita chuva sobre a Grande São Paulo, mas traz uma grande e forte massa de ar polar. O centro polar (região de frio mais intenso) vai se deslocar sobre o mar nos próximos dias, mas seus ventos frios úmidos vão chegar moderados a fortes sobre o centro-sul do Brasil, espalhando frio e umidade. Muita umidade deve ficar concentrada nas áreas próximas do ar, o que vai estimular a formação de muitas nuvens em todo leste de São Paulo.   A combinação de excesso de nuvens escondendo o sol e de ventos frios constantes vão deixar a temperatura baixa. A sensação de frio será maior do que a temperatura real do ar que os termômetros vão marcar. Veja um exemplo de como o vento deve alterar a sensação térmica na cidade de São Paulo nesta quarta-feira. Se a temperatura ao meio-dia estiver em 20°C e o vento for de aproximadamente 30 km/h, as pessoas que estiverem andando pelas ruas vão ter a sensação térmica de uma temperatura de 15°C. Por volta das 18 horas, no fim da tarde, se a temperatura já estiver em 17°C e o vento ainda soprar com velocidade em torno dos 30°C, a sensação térmica será de quase 11°C. Saiba o que é a sensação térmica   Recorde de frio à vista Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, que faz medições regulares de temperatura no Mirante de Santana (zona norte) desde 1943, a menor temperatura em São Paulo em 2015 foi de 14,7°C no dia 8 de abril. A menor temperatura máxima e tarde mais fria do ano, até agora, foi de 20,0°C, em 7 de abril. Com a situação meteorológica prevista para os próximos dias, estes dois recordes de frio podem ser batidos até o fim da semana. A previsão é de que a tarde de quinta-feira e a madrugada de sexta sejam as mais frias de 2015. Mas vem mais frio aí! Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim.