Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo: chuva de fevereiro é a maior em 2 anos

27/02/2015 às 04:10
por Josélia Pegorim

De temporal em temporal, fevereiro de 2015 está sendo o mês com maior quantidade de chuva sobre a cidade de São Paulo nos últimos dois anos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, , o total de chuva acumulado até o dia 26 de fevereiro no pluviômetro do Mirante de Santana, na zona norte da cidade foi de 272,4 mm. Além de superar a média histórica para fevereiro, que é de aproximadamente 221 mm, esta é maior quantidade de chuva acumulada em um mês desde fevereiro de 2013 quando choveu 278,0 mm. Em todos os demais meses entre março de 2013 e janeiro de 2015, a quantidade de chuva foi menor do que a observada em fevereiro de 2015.

 

O gráfico mostra os volumes acumulados aproximados entre dezembro de 2012, quando choveu 402 mm, até fevereiro de 2015.

 

 

 

A quantidade de chuva que cai sobre a cidade, principalmente num dia de tempestade como a da quarta-feira, 25 de fevereiro, varia muito de um local para outro. Não chove igual em todos os lugares. A análise sobre a chuva no Mirante de Santana é apenas um exemplo. Em muitas outras áreas da cidade a chuva de fevereiro também superou a média .

Veja como foi a distribução da chuva sobre a capital paulista durante o temporal de 25 de fevereiro de 2015. Os volumes de chuva foram registrados nas estações meteorológicas operadas pelo CGE, Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura.

 

 

 

Uma nova frente fria chega ao litoral paulista nesta sexta-feira e vai aumentar as condições para pancadas de chuva. O risco de chover forte aumenta para a tarde e noite, mas por enquanto não há expectativa
de que chova tão forte como na quarta-feira. O fim de semana também promete mais pancadas de chuva e um pouco menos de calor. Com a passagem da frente fria, os ventos frescos de uma fraca massa polar vão chegar a sobre São Paulo ajudando e aliviar o calor.

 

Mais chuva no começo de março

As pancadas de chuva vão continuar frequentes pelo menos até por volta do dia 10 de março. Até lá, duas
frentes frias vão avançar pela litoral da Região Sudeste do Brasil ajudando a aumentar a umidade e as condições para a chuva. 

 

Os mapas mostram a estimativa de chuva para a Região Sudeste nos próximos 10 dias. Acompanhe a análise da meteorologista Josélia Pegorim