Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo muito seca e quente/ Dia ensolarado causa excesso de ozônio no ar

29/02/2012 às 15:44
por Josélia Pegorim

ong>São Paulo muito seca e quente/ Dia ensolarado causa excesso de ozônio no ar O ar secou ainda mais na última hora na região do aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade de São Paulo. Às 15 horas, a temperatura chegava aos 33ºC e a umidade era de 22%. Ontem a esta hora, o nível de umidade era de 33%, que já é considerado muito baixo para um dia de verão. No Campo de Marte, na zona norte, a temperatura às 15 horas era 32ºC e o nível de umidade estava em 29%, contra 33% de umidade no mesmo horário de ontem. Pelo padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS), níveis de umidade entre 20% e 30% caracterizam um estado de atenção para o ar seco. A baixa umidade do ar e deixou São Paulo com poucas nuvens. A qualidade do ar ficou prejudicada nesta tarde na capital paulista. Às 14 horas, a Cetesb registrava qualidade do ar inadequada nas estações de São Caetano, Mauá e Itaquera, devido ao excesso de ozônio. O ozônio é um elemento químico que existe normalmente na composição do ar que respiramos, mas se torna um poluente e causa danos à saúde humana, quando sua concentração fica acima de alguns padrões. O sol forte durante muitas horas seguidas, é a situação de tempo ideal para que ocorra um aumento da concentração do ozônio. É o excesso de luz solar que detona uma reação fotoquímica na atmosfera, fazendo surgir mais ozônio do que o norma. É o que está sendo observado nesta quarta-feira na Grande São Paulo e em praticamente todas as áreas do Estado de São Paulo. Esta situação deve se repetir amanhã. Não há expectativa para a Grande São Paulo. A chuva volta a cair sobre a região a partir da tarde de sexta-feira, com a chegada de uma nova frente fria.