Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo: chuva de junho vai bater o recorde histórico

20/06/2012 às 11:10
por Josélia Pegorim

ong>São Paulo já tem o segundo maior volume de chuva em junho desde 1943 A frente fria que chegou ao Estado de São Paulo trouxe muita chuva também para a capital paulista. Até pouco antes das 10h30 da manhã desta quarta-feira, doa de junho, o CGE – Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura de São Paulo – contabilizava 20 áreas alagadas pela cidade, quase todas considerados transitáveis. Mesmo assim, é alagamento demais para junho, um mês que é considerado de seca, ou de pouca chuva. Entre 9 horas de terça e 9 horas desta quarta-feira, dia 20, a nova frente fria provocou 46,5 milímetros de chuva no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. É muita chuva para junho, para uma média normal de aproximadamente 52 milímetros. A chuva de ontem para hoje foi a segunda mais volumosa em 24 horas neste ano na região do Mirante. O total acumulado em junho, até 9 horas da manhã do dia, somava 206,4 milímetros. Este é o segundo maior volume de chuva acumulado em um mês de junho, desde 1943, quando começaram as medições regulares no Mirante de Santana. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, o junho mais chuvoso no Mirante foi o de 1983, que teve um acumulado final de 220,7 milímetros. Chuva de junho de 2012 está 4 vezes acima da média e vai chover mais A chuva de junho de 2012 pode surpreender ainda mais. O volume acumulado em 20 dias já é quatro vezes maior do que o normal. A previsão é de mais chuva até a sexta-feira colocando junho de 2012 como um perigoso candidato a bater o recorde de junho mais chuvoso da história do Mirante de Santana. Inverno começa úmido/ Fim de semana frio O inverno começa oficialmente às 20h09 desta quarta-feira,  20 de junho. O tempo úmido e frio predomina na capital paulista nesta quinta-feira, com previsão de mais um dia chuvoso. Na sexta-feira, a frente fria começa a se afastar e a chuva vai parando durante a tarde, quando o sol já deve aparecer. Mas o sol vem junto com ar polar e não vai dar conta de esquentar muito. A nova massa polar que chega a cidade traz frio para o fim de semana. Possibilidade de recorde de frio A temperatura na madrugada do fim de semana poderá bater o recorde de frio na cidade de São Paulo. A previsão é de na madrugada do sábado, a temperatura chegue aos 10ºC e no domingo, a 8ºC. Até agora, na medição do Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura no Mirante de Santana foi de 10,5ºC, em 2 de maio. Na zona sul, na região do Zoológico, a USP já registrou até 9ºC nos 1 e 2 de maio.