Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo sem chuva e mais poluída

13/07/2011 às 11:55
por Josélia Pegorim

ong>São Paulo sem chuva e mais poluída São Paulo completa 15 dias consecutivos praticamente sem chuva nesta quarta-feira, 13 de julho. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, os últimos registros de chuva na cidade foram nos dias 19 e 20 de junho, com um acumulado de aproximadamente 22 milímetros nos dias. A falta de chuva nesta época é comum. Tradicionalmente julho e agosto são os meses mais secos na cidade, com as menores médias mensais de chuva. Nestes dois meses normalmente costuma chover em torno dos 40 milímetros. A tarde de ontem também foi bem seca na cidade de São Paulo, onde a umidade relativa baixou para 27%, na região do aeroporto de Congonhas. Mas na zona norte da cidade, o Instituto Nacional de Meteorologia chegou a medir apenas 24% de umidade no ar, na região do Mirante de Santana. Por volta das 11 horas de hoje, o nível de umidade do ar estava em torno dos 50%, na maioria das áreas da cidade, mas com tendência de diminuição durante a tarde, a medida que o ar se aquece. Pelos padrões da Organização Mundial da Saúde, índices de umidade relativa do ar entre 21% e 30% determinam um “estado de atenção”, entre 12% e 20%, “estado de alerta”, e níveis abaixo dos 12% representam um “estado de emergência” para o ar seco. Mas de forma geral, níveis umidade do ar abaixo dos 50% já causam algum desconforto para a maioria das pessoas. Frente fria passa pela cidade, mas a seca continua. A chuva volumosa do verão causa muitos problemas na Grande São Paulo, mas a seca do inverno também traz problemas. Com muitos dias sem chuva, o ar fica mais empoeirado e poluído, prejudicando ainda mais a saúde da população. Nesta época, os problemas respiratórios são agravados, a pele do corpo fica mais ressecada. Para driblar a secura do ar e evitar os problemas causados pelo tempo seco, é preciso lembrar de beber mais líquidos e também usar cremes hidratantes para o corpo com mais frequencia. A Grande São Paulo vai continuar sem chuva por mais alguns dias, mesmo com a previsão da passagem de outra frente fria nesta próxima quinta-feira. Na região da Grande São Paulo, no sul e no leste do Estado de São Paulo, o ar deve ficar menos seco amanhã, pois a passagem de uma frente fria pelo litoral paulista vai mudar a direção dos ventos. Não há previsão de chuva, mas durante a tarde, o vento marítimo deve soprar sobre estas áreas do Estado, trazendo um pouco de umidade marítimo também para Grande São Paulo. Algumas nuvens devem se formar nesta quinta-feira, mas a chuva vai ficar só no sonho. A chance de voltar a chover na Grande São Paulo aumenta só a partir da quarta ou quinta-feira da semana que vem, quando uma frente fria deve avançar com mais força sobre o Sul do Brasil e chegar a São Paulo. Fim de semana com sol e calor O sol e as temperaturas mais altas do que o normal para o inverno vão predominar nos próximos dias na Grande São Paulo. No fim de semana que vem, o tempo vai continuar seco. A expectativa é de muito sol na maior parte do dia, com temperaturas amenas só na madrugada e ao amanhecer, mas tardes quentes, com temperaturas entre 26ºC e 28ºC à tarde.