Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo tem madrugada mais fresca desde o Natal

22/01/2015 às 11:20
por Josélia Pegorim

São
Paulo tem madrugada mais fresca desde o Natal Santa frente fria! A chuva e a entrada do ar polar sobre São Paulo causaram uma grande queda de temperatura nas últimas 24 horas. Segundo Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura mínima no Mirante de Santana nesta quinta-feira, 22 de janeiro foi de 19,2°C. Foi a menor temperatura de 2015 até agora e a madrugada mais fresca na cidade de São Paulo desde o Natal de 2014. Em 25 de dezembro de 2014, a temperatura mínima no Mirante foi de 18,3°C. Janeiro muito mais quente do que o normal Janeiro é normalmente um época de calor, de ar abafado ne região da cidade de São Paulo, mas não com temperaturas extremas como estão sendo observadas. No dia 19 de janeiro de 2015, o Inmet registrou uma temperatura máxima de 36,5°C o Mirante de Santana. Esta foi a sexta maior temperatura já medida no Mirante desde 1943, considerando todos os meses do ano, e a quarta mais alta para um de janeiro. 1 - 37,0°C em 20/01/1999 2 - 36,7°C em 19/01/1999 3 - 36,7°C em 21/01/1999 4 – 36,5°C em 19/01/2015 5 - 35,7°C em 17/01/2015 6 - 35,6°C em 18/01/2015   Possibilidade de recorde histórico de calor para janeiro O ar polar que entrou em São Paulo casou grande queda da temperatura, mas não será suficiente para desviar o curso do calor que vem sendo observado em janeiro. Há uma chance muito grande de que janeiro de 2015 se torne o janeiro mas quente de toda a história de medições do Mirante de Santana, que começou em 1943. Fazendo as contas, a média das temperaturas máximas registradas no Mirante de 1 a 21 de janeiro de 2015 está em torno de 33,0°C. O janeiro mais quente na cidade de São Paulo até agora foi o de 2014 que teve média de temperatura máxima de 31,9°C. O calorão vai voltar? Por enquanto, não. A temperatura vai subir na semana que vem, mas as maiores máximas não devem passar muito dos 30°C. Outra frente fria já está sendo esperada para a próxima semana renovando o ar polar e as condições para chuva.