Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

SÃO PAULO TEM QUARTO JANEIRO MAIS CHUVOSO DESDE 1943

26/01/2010 às 17:15
por Josélia Pegorim

O te
mporal da tarde desta terça-feira na cidade de São Paulo causou não só mais alagamentos, mas tornou janeiro 2010 o quarto janeiro mais chuvoso desde 1943, ano de início das medições meteorológicas no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. A zona norte foi justamente uma das que receberam a maior quantidade de chuva na tarde de hoje. A medição automática feita pelo Instituto Nacional de Meteorologia, lá no Mirante de Santana, indicou acumulado de 43,8 milímetros em apenas 1 hora, entre 15 e 16 horas. Tecnicamente, este valor já seria elevado se ocorresse em 24 horas. Este grande volume, em tão pouco tempo, dá a dimensão da violência com que a chuva caiu na zona norte da capital paulista nesta tarde. Até as 10 horas da manhã desta terça-feira, janeiro de 2010 era o oitavo janeiro mais chuvoso na cidade de São Paulo, mas com 100% de chance de fica entre os cinco mais chuvosos. Com o temporal de hoje, o total de chuva acumulado em janeiro no Mirante de Santana subiu para quase 419 milímetros. Assim, os paulistanos estão chegando ao fim do quarto janeiro mais chuvoso na cidade, deixando para trás o ano de 1965, quando choveu 410,6 milímetros no Mirante, e passando fácil pelos 379,4 milímetros de janeiro de 1951, até então o quinto janeiro mais chuvoso. O valor exato da quantidade de chuva acumulada este mês no Mirante de Santana só será conhecido realmente amanhã, quando for medida a chuva acumulada na estação meteorológica convencional. Entre uma e outra haverá uma pequena diferença Abaixo, como está o ranking dos janeiros mais chuvosos na cidade de São Paulo. Historicamente é o mês mais chuvoso, com a maior média mensal, que está em 258 milímetros, considerando o período de 1943 a 2009. 1º - janeiro de 1947 – 481,4 mm 2º - janeiro de 1987 – 442,3 mm 3º - janeiro de 1950 – 421,8 mm 4º - janeiro de 2010 – 419,0 mm (incompletos) 5º - janeiro de 1965 – 410,6 mm 6º - janeiro de 1951 – 379,4 mm 7º - janeiro de 1995 – 379,0 mm O quadro meteorológico não deve se alterar até a sexta-feira. Até lá, temporais como desta tarde podem se repetir em vários locais de todo o Estado de São Paulo. Além da chuva forte, ocorrem raios e fortes rajadas de vento. A boa notícia é que esta instabilidade deve se dissipar quase totalmente no fim de semana que vem. No último fim de semana de um janeiro marcado por graves problemas decorrentes da chuva forte, o Estado de São Paulo deve ter mais sol e calor. Há possibilidade de algumas pancadas de chuva, mas só no fim da tarde.