Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

São Paulo tem tarde mais seca em três anos

21/08/2012 às 21:09
por Marcelo Pinheiro

Com
o deslocamento do centro de alta pressão em níveis médios da atmosfera (cerca de 4000 metros de altura) sobre o leste do Estado de São Paulo houve uma redução acentuada dos níveis de umidade relativa do ar (ura) durante a tarde de terça-feira (21/08). Por volta de 16h a umidade caiu para 10% na região do Mirante de Santana, zona norte paulistana, de acordo com as medições da estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Em outro ponto da cidade, o índice chegou a ficar ainda mais baixo por volta de 17h. Na região do aeroporto de Congonhas, na zona sul paulistana, o Comando de Aeronáutica observou um valor de umidade muito baixo, variando entre 8% e 9% logo nos primeiros minutos da hora cheia. Pois logo em seguida (por volta de 17h15) o índice já começava a subir conforme relatos do observador do aeroporto. Segundo a Organização Mundial de Saúde, valores de URA entre 30% e 21% são considerados estado de atenção, entre 20% e 12% estado de alerta, e menor ou igual a 11% é considerado estado de emergência. Segundo as medições do INMET a tarde desta terça-feira foi a mais seca dos últimos 3 anos na capital paulista. A última vez que houve uma queda tão brusca da umidade foi  no ano de 2009, quando o índice também chegou aos 10% na região do Mirante de Santana. No ano passado, a menor umidade observada foi de 15% no dia 05 de setembro. Nessa quarta-feira uma frente fria provoca aumento de nuvens e de umidade na faixa leste do Estado, mas as demais regiões continuam com o tempo quente e seco.