Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Saúde respiratória: cuidados no verão

23/01/2012 às 11:45
por Redação

Manter o tratamento de doenças crônicas, aumentar a ingestão de líquidos e evitar a prática de exercícios físicos nos horários mais quentes do dia são algumas dicas para um verão saudável
O verão está a pleno vapor, e junto com ele os dias lindos, altas temperaturas e as férias escolares. É tempo atividades e passeios ao ar livre. Nesta época do ano, também, caem as queixas de problemas respiratórios, bem como as consultas médicas e as internações. No entanto, os cuidados ligados à saúde respiratória não devem ser deixados de lado, principalmente por portadores de doença respiratória crônica. De acordo com a dra. Mônica Corso Pereira, presidente da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), embora em geral neste período seja mais fácil manter doenças como a asma estabilizadas, alguns deslizes podem agravá-las ainda mais. “É importante ressaltar que pacientes portadores de doenças crônicas, como asma, por exemplo, não devem abandonar as medicações, mesmo no verão. Dependendo da gravidade do problema, ainda que o paciente esteja controlado, é importante continuar com o tratamento de manutenção, que visa a controlar o processo inflamatório nas vias aéreas, ‘pano de fundo’ das crises. A interrupção só deve ser feita se orientada por um especialista”. Já a prática de atividades físicas é indicada, mas fique atento para as altas temperaturas. Dra. Mônica explica que o problema está no aumento do risco de desidratação, já que o indivíduo, quando exposto a temperaturas muito quentes, acaba suando mais e perdendo mais líquidos. Ar-condicionado Outro cuidado importante está relacionado ao ar-condicionado. “No calor, muita gente costuma dormir com o aparelho ligado, o que causa o ressecamento do ar e, consequentemente, das vias aéreas respiratórias. O ideal é tentar mantê-lo em temperaturas amenas, entre 20°C e 24°C”, explica a médica pneumologista. Em locais de trabalho refrigerados constantemente, deve-se ficar atento quanto à hidratação, mantendo-a tanto por via oral – por meio da ingestão de bastante líquido – quanto pela utilização de soro nasal, que hidrata as vias respiratórias. No carro, atenção para os prazos de manutenção dos equipamentos. “Basta ler o manual do automóvel para saber de quanto em quanto tempo o aparelho deve ser higienizado”, finaliza.