Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Secura do ar aumenta no Sudeste e Centro-Oeste

14/07/2014 às 16:55
por Josélia Pegorim

n style="font-size: 13px;">A maioria das áreas do Centro-Oeste do Brasil, do oeste e do norte de São Paulo e de Minas Gerais, do Tocantins e do interior dos Estados do Maranhão, do Piauí, Ceará e oeste da Bahia estavam em situação de “atenção” para o ar seco às 15 horas desta segunda-feira. Neste horário, o Instituto Nacional de Meteorologia registrava níveis de umidade relativa do ar entre 21% e 30% nestas regiões. Em Cuiabá, capital de Mato Grosso, a umidade relativa do ar chegou aos 19%, às 14 horas e em Castelo do Piauí (PI), a umidade chegou aos 20%. Pelos padrões da OMS (Organização Mundial da Saúde), níveis de umidade entre 12% e 20% representam uma situação de “alerta” para o ar muito seco.   Secura vai aumentar A queda dos níveis de umidade do ar neste início de semana já vinha sendo esperada, mas a previsão é de que o ar fique ainda mais seco até o fim da semana. A baixa umidade está associada ao efeito de subsidência provocado por um sistema de alta pressão atmosférica que se intensifica sobre o interior do Brasil. O centro da alta pressão (A) fica nos próximos dias entre o sul Mato Grosso, sul de Goiás e norte de São Paulo. Nestas áreas, a subsidência é mais acentuada, o que deixa i ar ainda mais seco.     Várias áreas do Centro-Oeste e do Sudeste podem entrar em alerta para a secura do ar. Confira a escala da OMS