Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sem chuva, Cantareira estabiliza e pode baixar

04/03/2015 às 16:49
por Josélia Pegorim

O n
vel do Sistema Cantareira permanecia estável em 11,7% na manhã de 4 de março, após três dias sem chuva. Segundo a Sabesp, o último registro de chuva foi de 2,1 mm entre os dias 28 de fevereiro e 1 de março. Nas últimas 24 horas, choveu 0,4 mm sobre o Alto Tietê e não choveu sobre o Guarapiranga. O Sistema Alto Cotia recebeu 7,8 mm de chuva e o Rio Claro, 0,2 mm. Não choveu entre os dias 3 e 4 de março sobre o Sistema Rio Grande.     O gráfico mostra o comportamento do nível de armazenamento do Sistema Cantareira desde o primeiro dia de 2015. O vermelho indica queda de um dia para o outro, o amarelo, estabilidade e o roxo representa elevação do nível de armazenamento. Desde o início de fevereiro o nível do Cantareira vem tendo sucessivos aumentos ou estabilidade. A última queda, de 0,1%, foi entre os dias 31 de janeiro e 1 de fevereiro de 2015.     Dívida do volume morto O nível atual de 11,7% repõe os 10,7% da segunda cota de água do volume morto (reserva técnica) disponibilizada em 24/10/2014 e repõe 1,7% da primeira cota de 18,5% que foi acrescentada ao sistema em 15 de maio de 2014. Há um ano, o nível do Cantareira era de 16,2%, mas de água do volume útil, com captação normal. Pancadas de chuva O nível de armazenamento de água não depende apenas da quantidade de chuva que cai diretamente sobre as represas, mas isto tem um peso importante na contabilidade. É possível que o nível Cantareira tenha ligeira queda ainda esta semana por causa da escassez de chuva. A previsão é de baixos volumes de chuva até o sábado, mas as pancadas de chuva podem ser fortes entre o domingo e a terça-feira. Pancadas de chuva devem ocorrer quase todos dias até o dia 18 de março, mas com muita variação do volume diário. Não há previsão de chegada de frente fria ao Sudeste pelo menos até o dia 18 de março.