Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sexta-feira com muita chuva na costa leste do Nordeste

29/04/2011 às 09:17
por Josélia Pegorim

Uma
nova Onda de Leste avançou para a costa leste do Nordeste espalhando nuvens muita carregadas sobre a faixa litorânea e também áreas da zona da mata e do agreste.  Estas nuvens começaram a provocar muita chuva na tarde de ontem, principalmente entre Alagoas e a Paraíba, mas as áreas de instabilidade se expandiram ainda mais na madrugada atingindo também a Sergipe, Alagoas, a Bahia e o Rio Grande do Norte. Além da Onda de Leste, uma frente fria que passa pelo litoral sul da Bahia reforça estas áreas de instabilidade. A situação é de alerta nesta sexta-feira, pois a chuva não dará trégua até a noite, caindo com forte intensidade em vários momentos.  Grandes volumes de chuva já eram contabilizados até 8 horas da manhã de hoje. Salvador amanheceu com alagamentos, por conta do excesso de chuva. Entre 8 horas do dia 28 de abril e 8 horas desta sexta-feira, dia 29, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou acumulados de chuva muito altos na costa leste do Nordeste. São Luís do Quitunde (AL): 147 mm Salvador (BA): 104 mm Brejo Grande (SE): 91 mm Maceió (AL): 79 mm Campina Grande (PB): 76 mm Conde (BA): 76 mm Una (BA): 70 mm Santa Cruz (RN): 61 mm Abril termina com chuva acima da média em quase todas as capitais do Nordeste Quase todas as capitais do Nordeste vão terminar o mês de abril com chuva acima da média normal. Até 9 horas da manhã do dia 28 de abril, Maceió tinha o  maior excedente, acumulando 77% de chuva acima do normal. Em Recife, no mesmo período, já havia chovido 73% acima da média, sendo o segundo maior excedente dentre as capitais da Região. Até o começo da manhã do dia 28, apenas Salvador, Aracaju e Fortaleza ainda não registravam mais chuva do que o normal para abril. Em Salvador, o acumulado até dia 27 de abril estava aproximadamente 43% abaixo do normal. Em Aracaju, a chuva acumulada em abril estava 32% abaixo da média. Em Fortaleza, o acumulado de chuva até o dia 28 estava apenas 2% abaixo da média.