Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Sol em São Paulo, depois do nevoeiro

05/04/2011 às 09:04
por Josélia Pegorim

Os a
eroportos da capital paulista e outras áreas da Grande São Paulo, amanheceram esta terça-feira com problemas de visibilidade causados pelo nevoeiro que se formou sobre a região. O fenômeno teve curta duração e a visibilidade melhorou rapidamente. Por volta das 7h30, o sol já predominava. No aeroporto internacional de Guarulhos, a visibilidade nas pistas ficou reduzida a 500 metros, às 5 horas da madrugada. Mas às 5h40, a visibilidade no local aumentou para 900 metros e às 6 horas era de 1500 metros. No aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital e que opera a ponte aérea São Paulo-Rio, a pior visibilidade foi de 900 metros, às 7 horas. Às 7h35, a visibilidade aumentou para 1500 metros. No Campo de Marte, na zona norte da cidade de São Paulo, não houve registro de nevoeiro, apenas de névoa moderada. A visibilidade mais baixa na região foi de 5000 metros, às 7 horas. O nevoeiro é um fenômeno comum, que pode ser formar a qualquer hora, em qualquer lugar e época do ano, desde que as condições atmosféricas estejam favoráveis. Tecnicamente o fenômeno é caracterizado por uma restrição da visibilidade horizontal abaixo de 1000 metros. O nevoeiro é a condensação da umidade nas camadas de ar próximas ao chão. É como se fosse uma nuvem com sua base começando bem perto do solo. O nevoeiro se forma com níveis de umidade relativa do ar muito elevados, acima dos 90%. O resfriamento do ar é um dos principais fatores que provocam a condensação da umidade, gerando o nevoeiro. Foto tirada na região da Vila Mariana/ Zona Sul da capital paulista. Terça-feira com mais calor e aproximação de frente fria O sol predomina pela manhã na Grande São Paulo e a temperatura sobe rápido. A temperatura mínima ao amanhecer desta terça-feira variou entre 17ºC e 19ºC, na maioria das áreas da região. Às 9 horas, os termômetros estavam em torno dos 20ºC e durante a tarde devem alcançar valores entre 26ºC e 28ºC. O aquecimento, a umidade alta e a chegada de uma nova frente fria ao litoral paulista vão fazer a nebulosidade aumentar por todo o Estado de São Paulo facilitando também a ocorrência de pancadas de chuva a partir da tarde. Há risco de raios e de chuvas moderadas, mas não se espera por temporais.