Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

SP tem fim de semana típíco de outono

04/05/2012 às 11:22
por Josélia Pegorim

ong>SP tem fim de semana típíco de outono   A grande massa polar que entrou no centro-sul do Brasil no início desta semana ainda está influenciando o país, porém com menos intensidade. O ar polar intenso já está sobre o mar, mas o que ficou sobre o continente ainda tem força suficiente para manter um friozinho no Sul e Sudeste do Brasil. Na região da cidade São Paulo, este fim de semana será típico de outono: a névoa úmida deixa o céu nublado no começo da manhã e novamente a partir do fim da tarde. No restante do dia, o sol aparece, mas entre muitas nuvens. Porém, não há expectativa de chuva. O domingo será com maior quantidade de nuvens, mas o sol ainda vai aparecer fraco. Pode garoar no fim da tarde e à noite. O aumento da nebulosidade em relação ao sábado é devido a passagem de uma nova frente fria ao largo do litoral paulista, mas com fraca intensidade. Esta frente fria não vai trazer a chuvarada como a que ocorreu no feriadão do Dia do Trabalho, mas renova o ar polar que já está sobre São Paulo. Isto vai impedir o maior aquecimento e manter a temperatura amena.   Friozinho de outono A temperatura neste fim de semana estará amena, mas o frio não será intenso como no começo da semana. A sensação será de um friozinho, mas em geral suportável e até apreciado por muita gente. A previsão é de temperaturas típicas de outono, ficando entre 13ºC e 15ºC ao amanhecer e entre 22ºC e 25C à tarde. A tarde do domingo será com menor temperatura e mais fria  do que a do sábado.   Névoa deve atrapalhar a apreciação da Lua do Perigeu Na região da Grande São Paulo, e também em áreas como o litoral paulista, os vales do Paraíba e do Ribeira, a chance de observar a a super lua do Perigeu será pequena. Só mesmo com muita sorte. A previsão é de que todas estas áreas no leste do Estado de São Paulo passem grande parte da noite de sábado, dia 5, e madrugada do domingo, dia 6, com predomínio de céu nublado, principalmente com muita névoa. Em alguns momentos, a camada de névoa e de nuvens baixas pode rachar, permitindo que a lua apareça, mas por pouco tempo. Será preciso contar com a sorte neste jogo de esconde-esconde das nuvens com a lua. Mas não há previsão de chuva.   Lua do Perigeu   Neste fim de semana ocorre o fenômeno da “super Lua”. É Lua do Perigeu, quando atemos a maior aproximação da Terra com a Lua e na época da Lua Cheia ou Lua Nova. Neste fim de semana, a Lua entra na fase cheia às 0h35 do domingo, 6 de maio. De sábado para domingo, mais especificamente à 00:33 de 06 de maio, a Lua atinge seu perigeu, ou seja, a terá a maior aproximação com a Terra. Sua distância será de 356.955km. Além disso, às 00:35 a Lua estará com 100% do seu disco iluminado. A combinação dos dois fenômenos astronômicos, lua cheia e no perigeu, será uma  Super Lua no céu e que poderá ser contemplado por todos os brasileiros. Quando é melhor observar? Nesse sábado, logo após o pôr do Sol será possível contemplar do outro lado do horizonte o nascer da Lua. Esse será um belo momento para contemplar e fotografar a Lua. Por estar muito próximo da linha do horizonte e com a ocorrência do fenômeno da Super Lua, teremos a impressão que o nosso satélite natural irá nascer com tamanho aparente muito maior que o convencional. Com o avançar das horas, a Lua estará cada vez mais alta no céu e exatamente às 00:33 teremos a maior aproximação da Lua com a Terra e às 00:35, a Lua entrará na sua fase cheia. Nesse momento, quando a Lua estará localizada quase no lugar mais alto do céu (chamado de zênite) ocorrerá o fenômeno da Super Lua. É nesse momento que o disco lunar terá uma aparência de aproximadamente 14% maior e 30% mais brilhante se comprado com as demais fases cheias da Lua de 2012. Depois disso, vale apreciar o belo luar e poucos instantes antes do nascer do Sol, a Lua estará se pondo no horizonte oeste, proporcionando novamente um belo momento para contemplar e fotografar. Assim como o nascer, durante o ocaso da Lua teremos a impressão de uma enorme Lua no céu.