Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Tardes de maio estão amenas nas capitais Sudeste

21/05/2015 às 20:53
por Josélia Pegorim

Não
é só impressão. As tardes de maio nas capitais do Sudeste estão mais frias do que o normal para o mês. É o que revela média das temperaturas máximas registradas até o dia 21. A média das temperaturas máximas até agora está de 1°C a 2°C abaixo do normal para maio. A maior diferença é em Belo Horizonte, onde a média das temperaturas máximas registradas em 21 dias está 2,1°C abaixo do normal. A menor diferença é em São Paulo, onde a média das temperaturas máximas medidas de 1 a 21 de maio foi de 22,2°C, valor 0,8°C abaixo da média normal. A diferença diminuiu por causa da elevação da temperatura de 21 de maio, quando a máxima no Mirante de Santana chegou aos 25,0°C, o maior valor desde 9 de maio, quando fez 25,4°C. A média das máximas de 1 a 20 de maio foi de 22,0°C e estava 1,0°C abaixo do normal.   Por que as tardes estão mais frias? A explicação para as tardes de maio estarem um pouco mais frias do que o normal não se resume na presença constante do ar polar sobre o Sudeste desde o começo do mês. Há um excesso de nuvens sobre a Região. O tem estado mais úmido do que normalmente se observa nesta época. Mais umidade disponível no ar gera mais nuvens, o que significa também menos espaço para a entrada direta dos raios solares. Mais nuvens, menos sol, menos aquecimento. O excesso de nebulosidade é o outro fator que tem deixado as tardes de maio mais frias.   Vai esfriar mais? A tendência para a última semana do mês é de aquecimento do ar. Duas frentes frias ainda devem chegar ao Brasil até o fim de maio, mas suas massas polares são moderadas e não terão grande impacto sobre o Sudeste. É provável que no cálculo do fim do mês, considerando as temperaturas dos 31 dias de maio, a temperatura média máxima de maio nas quatro capitais Sudeste ainda fique abaixo da média normal, porém, a diferença em relação ao valor de referência deve ser menor. Os mapas mostram a estimativa da temperatura mínima no Brasil até o dia 5 de junho. Os tons de azul e roxo indicam o frio mais intenso. Repare que no fim da animação, nos primeiros dias de junho, manchas azuis entram no Sul indicando que vai esfriar. O polar mais intenso (manchas azuis) não chega ao Sudeste. A mancha com um tom de verde mais intenso desaparece sobre o Sudeste indicando menos frio.   O que é temperatura média histórica? A temperatura máxima média normal é um valor referência calculado a partir das máximas diárias registradas num período de 30 anos. É o que se chama também de temperatura máxima histórica. Para cada mês do ano existe um valor de referência para a temperatura máxima média e também para muitos outros parâmetros meteorológicos, como a temperatura mínima, a chuva, a quantidade de nuvens.  Este valor médio normal é recalculado a cada 30 anos. Nos registros do Instituto Nacional de Meteorologia, para o período de 30 anos entre 1961 e 1990, a temperatura máxima normal para maio em São Paulo é de 23,0°C, para Belo Horizonte é de 26,0°C e para Vitória é de 27,9°C. Para o Rio de Janeiro, a temperatura máxima normal para maio é de 28,6°C. O cálculo deste valor de referência para a cidade do Rio considera um período de anos menor, por causa da mudança do local das medições meteorológicas que ocorreu no começo dos anos 2000.     Confira a previsão de chuva para o Brasil para 15 dias Como funciona um estação meteorológica? Edição completa do Climatemponews Especial El Niño 2015  (50 min)