Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temperatura em elevação e mais chuva no centro-sul do Brasil

04/10/2010 às 12:45
por Josélia Pegorim

A pr
imeira semana da primavera foi marcada pelo aumento dos níveis de umidade no ar e a volta da chuva em quase todas as áreas do interior do Brasil que estavam secas e muito quentes. A chuva foi comemorada, mas o que deve ter surpreendido muita gente foi o frio que fez durante o fim de semana. No Sul, em muitas áreas do Sudeste, em Mato Grosso do Sul e até na calorenta Cuiabá, em Rondônia e no Acre, o domingo de eleições parecia um dia de inverno, de tão baixa que estava a temperatura. Em Rio Branco, capital do Acre, a tarde do domingo foi a segunda mais fria do ano. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a temperatura máxima na cidade foi de 22,3ºC. Em Curitiba e em Cuiabá, a temperatura máxima do domingo foi a terceira mais baixa de 2010. A capital paranaense teve apenas 11º de máxima. Em Cuiabá, a temperatura mão passou dos 22ºC, depois de semanas de calor de 40ºC. Em São Joaquim, na região serrana de Santa Catarina, a madrugada do domingo foi com frio perto de zero grau. Num dia nublado, chuvoso ou com sol fraco é normal a temperatura não subir muito. Mas o que fez a temperatura baixar tanto nestas áreas do Brasil no fim de semana foi o ar polar que entrou muito forte sobre o centro-sul do país, ainda que no começo da primavera seja até comum a ocorrência de dias frios. Esta massa polar já está saindo do Brasil e as temperaturas entram em elevação novamente, mas ainda o Sul, a maioria das áreas do Sudeste e o Mato Grosso do Sul ainda não terão o calorão da primavera. Mas os Estados do Norte, do Nordeste, o Mato Grosso, Goiás e o Distrito Federal vão continuar muito quentes. Os termômetros sobem rápido também em Rondônia e no Acre e esta quarta-feira já será de calorão. Além da elevação da temperatura, o centro-sul do Brasil terá mais chuva nos próximos dias. Várias localidades de São Paulo, do Paraná e de Mato Grosso do Sul podem voltar a sofrer com temporais, como na semana passada.