Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Tempestades voltam a ocorrer sobre o Rio Grande do Sul

14/03/2014 às 21:07
por Josélia Pegorim

Violentos temporais começaram a ocorrer no sudoeste do Rio Grande por volta das 8 horas da noite de sexta-feira, 14 de março de 2014. Nas imagens do radar meteorológico de Santiago, operado pela Aeronáutica, os sinais de áreas com chuva muito forte são indicados pela região em tom de vermelho intenso que avança sobre a região de Uruguaiana. Nuvens muito carregadas de uma linha de instabilidade (LI) intensa que avançava da Argentina atingiram a região de Uruguaiana com rajadas de vento de 70 km/h. Em 1 hora, entre 19h e 20h choveu  18 mm. As medições foram do Instituto Nacional de Meteorologia.

A LI se formou devido a um forte sistema de baixa pressão atmosférica (B) que passa entre o Uruguai e a província de Buenos Aires , na Argentina, a caminho do mar. Esta baixa pressão se une com uma frente fria que avança no mar estimulando o crescimento das nuvens de temporal.

Temporais no sábado No decorrer deste sábado, as áreas de instabilidade que se espalham sobre o Rio Grande do Sul provocam temporais em todo o Estado. A situação é de alerta para chuva volumosa, com potencial para alagamentos, e também para a ventania. Os ventos podem superar os 100 km/h. Há risco de granizo. O volume de chuva até o dia 19 de março deve passar dos 100 mm acumulados em praticamente todo o Rio Grande do Sul. Há risco de chuva forte no fim de semana também sobre Santa Catarina e sobre o Paraná, mas que não deve ser generalizada e nem tão intensa como é esperado para o Rio Grande do Sul.