Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Tempo nos templos do Carnaval: Rio, São Paulo, Salvador, Recife/Olinda

04/03/2011 às 13:33
por Josélia Pegorim

O Ca
rnaval é uma das festas mais tradicionais do Brasil. Alguns vão aproveitar os dias de folga em lugares sossegados, bem longe da agitação. Mas a maioria dos brasileiros vão em busca da animação. Algumas capitais brasileiras tem um Carnaval tão grandioso, que nesta época viram os templos de Momo, reunindo milhares de turistas. Em algumas, a ferveção carnavalesca acontece quase que por 24 horas, sem parar. Confira a previsão completa para cada Região na página do Carnaval Depois de tantos problemas que a chuva já causou neste verão, o tempo vai colaborar com a festa durante o Carnaval. No Rio de Janeiro, as nuvens diminuem durante o fim de semana deixando o sol aparecer de novo. A temperatura volta a subir. O sábado de Carnaval ainda será com muitas nuvens no Rio de Janeiro e há possibilidade de chuva à tarde e à noite, mas não há risco de temporal. A partir do domingo, o sol fica forte em grande parte do dia. Pancadas de chuva voltam a ocorre, a partir da tarde, na terça-feira e na quarta-feira de Cinzas. Em São Paulo, que passou os últimos dias com céu nublado, chuva e até um friozinho, o tempo também melhora no fim de semana. O sábado amanhece nublado e ao longo do dia o sol aparece entre muitas nuvens. A temperatura tem ligeira elevação, mas muita gente ainda vai sentir um pouco de frio à noite. A partir do domingo, a capital paulista terá mais sol e calor. As pancadas de chuva na cidade devem voltar só a partir da tarde de terça-feira. Recife e Olinda, junto com Salvador, disputam o troféu de animação no Carnaval. Em geral, a folia nestas cidades começa antes e terminam depois da data oficial do calendário. Salvador, Recife e Olinda passaram a semana debaixo do sol forte e quase sem chuva. A nebulosidade vai aumentar nos dias de Carnaval e há previsão de várias pancadas de chuva. Mas a chuva não deve durar muitas horas e em geral vai acontecer junto com o sol. Talvez os foliões até agradeçam essa chuva, para refrescar e agüentar a pulação pelas ruas, atrás dos trios elétricos, do frevo e do maracatu.