Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Volta a chover forte sobre a cidade de São Paulo

17/02/2015 às 10:28
por César Soares

Atualizado em 18/02/2015 às 16h45

Mais áreas de instabilidade avançaram do interior em direção à Região Metropolitana de São Paulo e a chuva voltou a se intensificar.Por volta das 16h20, os radares meteorológicos Climatempo-USP detectavam chuva moderada a forte sobre as zonas norte e central da capital, mas com tendência de deslocamento para a zona leste.

A chuva volta a cair volumosa também sobre as áreas alagadas na zona leste da capital. Com os volumes registrados ao longo da noite de segunda-feira (16) e na madrugada de terça-feira (17), há a possibilidade de novos alagamentos e extravasamentos de rios.

Os temporais que ocorreram entre a noite de segunda-feira (16) e da madrugada de terça-feira (17) deixaram a cidade de São Paulo em alerta. Ocorreram extravasamentos no Rio Tietê e alagamentos na Zona Leste da capital. A partir da tarde da terça-feira já há o risco de novos temporais.

As imagens do satélite meteorológico mostram o avanço das áreas de instabilidade do interior de São Paulo em direção ao oceano passando pela faixa leste e trazendo mais nuvens carregadas.  

Segundo informações do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) a região de São Mateus na Zona Leste da capital paulista entrou em estado de alerta devido aos alagamentos intransitáveis decorrentes da forte chuva. As estações de medição do CGE registraram um total de 50mm na Penha entre as 10h da manhã da segunda-feira e da terça-feira. No mesmo período a estação do Itaim Paulista registrou um total de 45,6mm e no Butantã (Zona Oeste) um total de 56,2mm.

O Sistema de Alerta a Inundações do Estado de São Paulo (SAISP) informou o extravasamento do Rio Tietê na altura de Mogi das Cruzes. A região do Jardim Romano entrou em estado de alerta para o risco de extravasamento de córregos.

A estação automática do INMET no Mirante de Santana registrou um total de 80,2mm em apenas 12 horas. Deste acumulado 52mm foram registrados em apenas uma hora. Já a estação convencional registrou um total de 85,3mm no período de 12 horas, que representa 38,5% da média climatológica para o mês de fevereiro.

Não chovia tanto no Mirante de Santana desde de 15 de dezembro de 2012 quando choveu 114,3mm.

Ainda segundo informações da estação convencional do INMET, choveu desde o início de fevereiro um total de 216 mm que representa 97% da média climatológica. Com a chuva prevista até o fim desta semana há grandes possibilidades para que o mês de fevereiro encerre com chuva levemente acima da média.

Semana ainda será marcada pela chuva

A formação de um sistema de baixa pressão atmosférica entre a costa de São Paulo e do Paraná vai trazer mais áreas de instabilidade para a Região Metropolitana paulista. São esperados grandes volumes acumulados de chuva a qualquer momento até a quinta-feira (19). Na sexta-feira (20) o distanciamento do sistema de baixa pressão atmosférica faz com que a chuva diminua sobre todo o Estado de São Paulo, ainda pode chover a qualquer momento, mas com uma intensidade menor.