Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temporais no Sul do Brasil

12/07/2010 às 08:57
por Josélia Pegorim

ong>A situação é de alerta para o risco de temporais no decorrer desta segunda-feira. Ventos de mais de 100 km/h já foram observados no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina Uma frente fria de forte intensidade avança pelo Sul do Brasil e além de muita chuva, provoca ventania em várias áreas. Às 7 e às 8 horas da manhã de hoje, a medição da estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia em Urubici, no alto da serra catarinense, registrou rajadas de 128 km/h. Sucessivas rajadas próximas de 100 km/h ocorrem, desde a madrugada. Em Tramandaí, no litoral norte do Rio Grande do Sul, duas rajadas de 106 km/h foram registradas às 7 e às 8 horas da manhã. Esta frente fria provoca temporais e ventania em muitas áreas do Rio Grande do Sul, inclusive na Grande Porto Alegre. Também está ventando bastante na região. Às 6 horas, as rajadas de vento chegaram a 85km/h, segundo a medição do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. A aproximação de uma frente fria intensifica os ventos no oeste dde Santa Catarina. Às 8 horas, o aeroporto de Chapecó registrou vento de 37 km/h e rajadas de quase 56 km/h.. A situação é de alerta até a noite de hoje em todo o Sul do país, com risco de ventania e chuva intensa. As rajadas superiores a 100 km/h são mais prováveis nas cidades elevadas, mas ventos de pelo menos 80 km/h podem ocorrer em praticamente todas as áreas. Frente fria provoca temporais no Sul do Brasil A nova frente fria que entrou no Sul do Brasil já provocou grandes volumes de chuva no Estado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, entre 8 horas de ontem e 8 horas de hoje, foral acumulados 85 milímetros em Santana do Livramento e quase 80 milímetros em Jaguarão. São Gabriel já acumulava 65 milímetros neste período. Na região de Santa Maria e de Bagé o acumulado chegava aos 60 milímetros e em Caçapava do Sul, 51 milímetros. No decorrer da tarde, a chuva enfraquece bastante na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. Nas demais áreas gaúchas, a tendência é de que a chuva diminua à noite. A chuva já caía moderada a forte no começo da manhã no oeste e sul de Santa Catarina e no oeste do Paraná. No decorrer desta segunda-feira, há risco de chuvas intensas. Nas demais áreas destes estados, incluindo as capitais, o tempo vai ficando instável no decorrer da tarde e à noite e também há risco de temporais.