Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temporal causou estragos entre SP e MS no sábado à tarde

17/10/2010 às 09:02
por Alexandre Nascimento

O ar
quente e úmido e a aproximação de uma frente fria provocaram a formação de muitas nuvens carregadas neste sábado, dia 16 de outubro, no Estado do Paraná, em Mato Grosso do Sul e no oeste e no noroeste do Estado de São Paulo. Uma pequena, mas forte, área de instabilidade causou um temporal que se formou na divisa entre São Paulo e Mato Grosso do Sul. Essa instabilidade teve origem sobre o município de Três Lagoas (MS) por volta das 14:00, avançou para Selvíria (MS) e ganhou força às 15:00 sobre este município e depois foi para Ilha Solteira (SP) e Aparecida do Taboado (MS) por volta das 15:30, segundo a análise dos dados do Radar do IPMET/UNESP. Neste tipo de instabilidade, com núcleos convectivos intensos, ocorrem fortes rajadas de vento. Além disso, houve também uma brusca virada de vento na região (de nordeste para sul), devido à presença da frente fria. Resultado: pelo menos nove torres de linhas de transmissão foram derrubadas neste sábado por causa de um vendaval que atingiu a região da usina de hidrelétrica de Ilha Solteira. As primeiras informações dão conta de que a usina, a maior do Estado e a terceira maior do País em geração de energia, teve de ser desligada por conta do acidente. As torres caíram dentro do rio Paraná. Outras cinco torres de transmissão tombaram na zona rural, deixando a cidade de Selvíria (MS), a 6 km da hidrelétrica, no escuro. Na cidade de Ilha Solteira, a suspensão de energia foi parcial. Segundo prefeito Edson Gomes (PP), os estragos foram muitos: diversas casas e dois restaurantes tiveram o teto destruído, árvores caíram sobre carros e casas.