Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Temporal em São José do Rio Preto (SP)

05/02/2013 às 18:09
por Josélia Pegorim

Nuve
ns muito carregadas cresceram em algumas áreas do norte de São Paulo nesta terça-feira, devido ao calor e a umidade elevada. No fim da tarde,  uma área de chuva bastante intensa se desenvolveu na região de Olímpia e avançou sobre São José do Rio Preto. Na imagem do radar meteorológico da Unesp/Bauru, a pequena mancha em vermelho forte indica a área de chuva intensa entrando em São José do Rio Preto.  Às 18 horas, o aeroporto local registrava chuva moderada a forte, raios e rajadas de vento com 46 km/h. Mas pouco depois, às 18h10, o vento alcançou 112 km/h. Velocidades desta ordem podem derrubar placas suspensas, arrancar árvores médio/grande porte e estilhaçar vidraças. Reproduzimos aqui o relato do internauta Maicon Volpi, usuário do portal da Climatempo, que esteve em São José do Rio Preto pouco depois da tempestade. "Segundo informações do jornal Diario da região (site diário web) foi registrado também granizo. Fui para São José do Rio Preto nesta noite, pois tinha um curso por teleconferência, todavia, o bairro alto Rio Preto estava totalmente sem energia. Cheguei na cidade por volta das 6:50 da tarde, a chuva já havia cessado, mas a avendida Bady Bassit ainda estava alagada. Mas, o que me impressionou foram os estragos com o vento forte. Todos os semaforos ao longo da avenida Bady Bassit estavam tortos, sendo que alguns estavam no chão! Também constatei várias árvores e autdoors de empresas no chão. O que mais me impressionou é que o vento foi capaz de quebrar uma porta de vidro de um banco próximo ao local do meu curso. Foram noticiados, ainda, pelos munícipes daquela região (Bairro alto Rio Preto), que o vento quebrou até mesmo janelas das sacadas de prédios. Os estragos ao longo da avenida Bady Bassit impressionam. E pelas imagens do radar, parece que a chuva mais forte caiu mais na região ao norte da cidade. Aqui em José Bonifácio não houve registros de chuva, mas a preocupação no estado de SP, em especial Nordeste, norte e noroeste, ainda é grande. Neste momento o radar de Bauru aponta chuva forte sobre Matão. Mas, acredito que com a queda na temperatura durante a noite, a tendência é de que os ventos não sejam tão destrutivos, como em Rio Preto. Impressionante o que aconteceu por lá neste fim de tarde!"