Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Tornados no oeste de Santa Catarina

21/04/2015 às 09:00
por César Soares

Atualizado em 21/04/2015 às 16h35

Foi confirmada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a ocorrência de um tornado na cidade de Xanxerê no oeste Catarinense. Há a possibilidade do estado de calamidade pública ser decretado.

Estimativas da destruição indicam que o sistema poderia ser classificado como um EF2 ou EF3 na escala Fujita melhorada. As estimativas com base nas destruições indicam que o vento possa ter alcançado os 200 km/h.

Segundo mais informações do INMET, um outro tornado pode ter causado a destruição na cidade de Ponto Serrada também no oeste de Santa Catarina. Neste caso os ventos estimados são de 150 km/h o que o classificaria como um EF1. O fenômeno também causou destruição.

Na tarde de segunda-feira (20) um forte temporal atingiu o oeste catarinense. As fortes rajadas de vento e chuva presentes na região de Xanxerê/SC que causaram destruição levantam a possibilidade da ocorrência de um tornado.

Segundo informações da defesa civil, dados atualizados na manhã da terça-feira, pelo menos dois mortos já foram confirmados e várias pessoas ficaram feridas com a destruição de telhados e casas decorrentes do fenômeno meteorológico. Cerca de 2600 residências foram totalmente destruídas. 5 torres de energia foram arrancadas do solo provocando falta de energia elétrica em 8 bairros, pelo menos 200 mil residências estão sem energia.

As imagens do satélite meteorológico mostram a presença de grandes núcleos de chuva nos tons em vermelho. Essa coloração representa nuvens com grandes topos que são capazes de gerar as chamadas super células.

As imagens do radar meteorológico de Teixeira Soares (SIMEPAR) mostra na imagem das 15h30 (horário de Brasília) um núcleo de temporal forte e uma assinatura que se aproxima muito de uma vírgula. Este tipo de assinatura nas imagens dos radares meteorológicos podem estar associadas à presença de tornados.

Moradores da região filmaram e fotografaram a nebulosidade que aparenta ser um funil, aumentando ainda mais as chances do fenômeno em questão ser mesmo um tornado.

Os tornados se formam em situações de choques de massas de ar muito diferentes, exatamente por esse motivo as áreas do oeste catarinense estão sujeitas à formação deste tipo de fenômeno. As correntes de vento em superfície eram responsáveis por um transporte de massa de ar mais úmida e um pouco mais fria vinda de sul, mas também é possível ver a presença de uma forte corrente de vento vinda de norte que é mais seca e quente.

Chance de temporal diminui sobre o oeste de Santa Catarina

O ar seco vai ganhar força sobre o oeste de Santa Catarina a partir da quarta-feira (22). O sol vai brilhar forte e a temperatura tende a subir, não há a presença de umidade no ar o suficiente para provocar mais pancadas de chuva ou novos temporais.

Essa condição deve se manter até o sábado (25) quando o ar seco também ganha força sobre áreas gaúchas e paranaenses.

O meteorologista César Soares também comentou a ocorrência do fenômeno no Climatempo News.

Veja também: Brasil também é terra de tornados

Quer saber mais? Veja como se formam os tornados no Explicando o Tempo!