Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Triste janeiro nas capitais do Sudeste

28/01/2015 às 16:50
por Josélia Pegorim

ong>Janeiro de 2015 poderá dar recordes de seca e de calor nas capitais do Sudeste. Segundo dados climatológicos do Instituto Nacional de Meteorologia, janeiro é o mês mais chuvoso do ano em São Paulo e no Rio de Janeiro. Para Belo Horizonte, janeiro é o segundo mês com maior média de chuva ao longo do ano e em Vitória, é o terceiro mês mais chuvoso. O bloqueio atmosférico que predominou sobre o Sudeste até o dia 20 de janeiro dificultou a ocorrência de chuva por toda a Região. Das capitais, a única que teve pancadas de chuva regulares, e vários temporais, foi São Paulo. Em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a primeira chuva de 2015 ocorreu entre os dias 21 e 22 de janeiro. Em Vitória, capital do Espírito Santo, o Inmet ainda não registrou chuva este ano. O Rio de Janeiro já teve algumas pancadas de chuva, mas em poucas áreas da cidade e a única chuva forte no centro da cidade, no local de medição do Inmet, foi entre 4 e 5 de janeiro. A deficiência de chuva é de 100% em Vitória. No Rio, a chuva de janeiro, até o dia 28, estava 83% abaixo da média. Em Belo Horizonte o acumulado de chuva de janeiro em 28 dias estava 66% abaixo do normal e em São Paulo, 35% abaixo da média.     Possibilidade de recorde de seca em Vitória Janeiro de 2015 até agora está sendo o janeiro mais seco já registrado em Vitória em 54 anos de medição, desde 1961. Se não chover nada até o fim do mês, janeiro deverá ser o janeiro mais seco e o mês mais seco desde 1961. O mês mais seco desde este ano foi o de fevereiro de 1966, quando choveu apenas 0,2 mm. Possibilidade de  recorde de seca no Rio de Janeiro Da série histórica de 2003 até 2014, janeiro de 2015 está sendo o janeiro mais seco no Rio de Janeiro, pelas medições na estação meteorológica da Saúde, no centro da cidade. Por enquanto, o janeiro mais seco no Rio neste período foi o de 2014, que acumulou apenas 58,1 mm.     Possibilidade de recorde de calor em São Paulo Janeiro de 2015 poderá ser o mês mais quente já registrado na cidade de São Paulo desde 1943, quando começaram as medições do Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante  de Santana, na zona norte da capital paulista. Por enquanto, o mês mais quente na capital paulista foi janeiro de 2014 que teve média de temperatura máxima de 31,9°C. Até o dia 28, a média das temperaturas máximas registradas em janeiro de 2015 estava em 32,0°C. Um dos janeiros mais secos em BH, em mais de 100 anos O Instituto Nacional de Meteorologia faz medições regulares na estação meteorológica do centro da cidade desde 1910. Desde então, o janeiro mais na capital mineira foi o de 1976, quando choveu apenas 32,2 mm. Em 28 dias de janeiro de 2015, o Instituto Nacional de Meteorologia registro 92,1 mm de chuva em BH, o que já coloca janeiro de 2015 como sexto mais seco 105 anos.     Por que a chuva do  verão é tão importante? Previsão de chuva para o Brasil para 15 dias