Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Umidade de 16% em Brasília

07/07/2010 às 17:00
por Josélia Pegorim

ong>Ar seco A umidade relativa do ar caiu ainda mais em Brasília nesta quarta-feira, 7 de julho. Às 15 horas, o aeroporto JK registrou índice de apenas 16.  Este valor caracteriza o Estado de Alerta, segundo a OMS e foi a menor umidade relativa do ar neste local desde o dia 23 de junho, quando nível de umidade baixou para 9%. Em Cuiabá, capital de Mato Grosso, a umidade relativa chegou aos 20% na região do aeroporto de Várzea Grande. O menor índice ontem foi de 17%. Em Campo Grande, o aeroporto local registrou 21% de umidade no ar durante a tarde. Calor no Sul do Brasil Algumas áreas do Rio Grande do Sul amanheceram esta quarta-feira com temperaturas muito altas. Às 8 horas, a região de Pelotas estava com 22º e Uruguaiana com 21ºC. Em Santa Maria, a temperatura estava em torno dos 23ºC. Porto Alegre estava fria, com 13ºC, mas o aeroporto Salgado Filho chegou a registrar 12ºC. A tarde foi quente em quase todo o Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, o aeroporto Salgado Filho registrou 30ºC. Amanhã, o frio volta. A tarde desta quarta-feira foi quente também em Santa Catarina. Criciúma, no sul do Estado, registrou 29ºC, às 15 horas. Vento O movimento de uma frente fria sobre Rio Grande do Sul forçou o aumento da velocidade do vento no Estado e também em áreas de Santa Catarina e do Paraná. Em Santa Maria (RS), o aeroporto local registrou várias rajadas de vento superiores a 40 km/h. A mais forte chegou aos 61 km/, às 11 horas. Em Chapecó, no oeste de Santa Catarina, as rajadas do vento da direção norte variaram de 30 a 52 km/h nesta quarta-feira. Neve, ventania, frio e chuva na Argentina Voltou a nevar muito em Bariloche, na Argentina. Depois de um dia de muita chuva, a neve recomeçou hoje no início da manhã. A temperatura não passou de 2ºC. Os ventos de uma nova polar chegaram fortes a Buenos Aires. Às 14 horas, a região do aeroparque estava com 12ºC e ventos de quase 43 km/h. A sensação térmica chegava a 1ºC. Sudestada em Buenos Aires Ontem, a “sudestada” levantou a água do rio da Prata, que margeia Buenos Aires, causando alguns alagamentos. A sudestada é um fenômeno que ocorre com certa freqüência no inverno, quando ventos da direção sudeste sopram fortes e constantes por várias horas. Isto faz com que as águas do rio da Prata fiquem muito agitadas. O vento forte joga a água do rio para as áreas da cidade que ficam próximas das margens. É como se fosse uma ressaca. Ontem, durante toda a madrugada, manhã e parte da tarde, o vento de sudeste soprou constante com velocidade de 25 a 57 km/h e rajadas de 55 a 76 km/h. Sensação térmica de zero grau em Montevideo A frente fria que começou a mudar o tempo no Rio Grande do Sul provocou muita chuva no Uruguai. Em Montevideo, a quarta-feira amanheceu encoberta por um denso nevoeiro, que reduziu a visibilidade no aeroporto internacional Carrasco. Da meia-noite até 5h35, a visibilidade variou de 100 a 300 metros. Em seguida, o tempo começou a ficar chuvoso. No fim da tarde chovia fração, mas ventava forte. O vento frio soprava com rajadas de até 50 km/h e a sensação térmica era de quase zero grau.