Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

USP registra maior temperatura para fevereiro na zona sul da capital, desde 1933

01/03/2012 às 11:19
por Josélia Pegorim

ong>USP registra maior temperatura para fevereiro na zona sul da capital, desde 1933 Calor em São Paulo pode ser recorde na tarde de hoje O calor virou um dos assuntos principais (ou também motivo de reclamação) dos paulistanos nos últimos dias e com razão. A tarde de ontem foi de calor recorde, muito fora dos padrões de calor observados normalmente na cidade de São Paulo. Temperaturas de 32ºC à tarde já são altas para capital paulista, em qualquer época do ano. Ontem, a USP registrou 35,1ºC no seu local de medição, na zona sul, em frente ao Zoológico. Esta região da cidade é bastante arborizada e normalmente menos quente dos outros locais. A temperatura registrada ontem por lá foi a mais alta para um dia de fevereiro, desde 1933, ano em que a estação meteorológica da USP começou a fazer medições neste local da capital paulista. Há 79 anos não fazia tanto calor assim em fevereiro. O recorde absoluto de calor neste local é de 35,6ºC e ocorreu em 7 de dezembro de 1940. Zona norte da capital igualou o recorde de calor do ano O calor foi intenso ontem por toda a capital. Na zona norte, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou a temperatura máxima de 34ºC no Mirante de Santana, valor que igualou o recorde do dia 7 de fevereiro. Calor em São Paulo pode ser recorde na tarde de hoje Por enquanto, não tem ventinho fresco para chegar a São Paulo. O ar continua muito quente nesta quinta-feira e o calor pode até aumentar, batendo recorde de novo. Às 10 horas da manhã, a temperatura já passava dos 30ºC em algumas áreas da cidade. O ar está muito seco, com níveis de umidade muito abaixo do normal para esta época e por isso, desde ontem a quantidade de nuvens diminuiu muito, bem como a chance de chover. A situação hoje é parecida. O dia segue com sol forte e pouca nebulosidade, sem previsão de chuva. Frente fria chega amanhã Uma nova frente fria está avançando forte sobre o Sul do Brasil, que já teve temporais ontem. Amanhã, esta frente fria chega a São Paulo aumentando a nebulosidade e as condições para chuva. Mesmo com níveis de umidade abaixo do normal, não se pode descartar o risco de chuva forte e ventania nesta sexta-feira sobre o Estado de São Paulo, porque o ar está muito quente e o impacto com a frente fria será grande.