Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Verão em São Paulo: menos calor e chuva do que em 2009/2010

21/12/2010 às 10:10
por Josélia Pegorim

O ve
rão 2010/2011 começa oficialmente nesta terça-feira, 21 de dezembro, às 21 horas e 38 minutos, pelo horário de Brasil. O verão 2009/2010 no Brasil teve a influência do fenômeno climático El Niño, que é caracterizado por um aquecimento anormal das águas na parte central e leste do Oceano Pacífico, que inclui a costa do Peru. Isto fez com que chovesse muito mais do que o normal na maioria das áreas do Brasil, incluindo o Estado de São Paulo. Na capital, janeiro de 2010 terminou com 480,5 milímetros de chuva, 84% acima da média que é de aproximadamente 260 milímetros, segundo os dados coletados pelo Instituto Nacional de Meteorologia no Mirante de Santana, na zona norte da capital. Desde 1943, quando se iniciaram as medições regulares neste local, janeiro de 2010 foi o segundo janeiro mais chuvoso da história do Mirante, perdendo apenas para janeiro de 1947, quando o mês fechou com 481,4 milímetros de chuva. Em dezembro de 2009 o Mirante teve 81% de chuva além do normal e em fevereiro de 2010 choveu 27% acima da média. Outra característica do verão 2009/2010 foi o excesso de calor. Os dias foram bem mais abafados do que o normal. Na capital, o que mais chamou atenção foi o calor que fez em fevereiro de 2010. As temperaturas da madrugada ficaram mais de 2 graus acima do normal e as tardes foram quase 3 graus mais quentes do que a média. Nos meses de janeiro e março, os paulistanos também sentiram mais calor do que o normal. Médias normais de temperatura máxima e mínima no Mirante de Santana, nos meses de verão e os valores reais registrados no verão 2009/2010
Valores médios normais de temperatura mínima, máxima e quantidade de chuva
Dezembro 17,5ºC 26,6ºC 202 mm
Janeiro 18,5ºC 27,6º 258 mm
Fevereiro 18,7ºC 27,9ºC 234 mm
Março 18,1ºC 27,3ºC 186 mm
Temperatura mínima Temperatura máxima Chuva Diferença de chuva em relação à média Diferença de temperatura mínima em relação à média Diferença de temperatura máxima em relação à média
Dezembro 2009 19,4ºC 28,0ºC 300,5 mm + 81% + 1,9ºC + 1,4ºC
Janeiro 2010 20,2ºC 28,7ºC 480,5 mm + 86% + 1,7ºC + 1,1ºC
Fevereiro 2010 21,0ºC 30,7ºC 296,5 mm + 27% + 2,3ºC + 2,8ºC
Março 2010 19,6ºC 28,5ºC 184,5 mm - 1% + 1,6º + 1,4ºC
O verão 2010/2011 será influenciado pela La Niña, fenômeno oposto ao El Niño. O La Niña é caracterizado por um esfriamento anormal das águas do Pacífico, na porção que inclui a costa do Peru. Isto não quer dizer que o nosso verão será frio, mas por conta do La Niña, a tendência é de que não tenhamos o excesso de calor como no verão passado. É possível que ocorra também alguns dias com temperaturas bem abaixo do normal, para os padrões normais do verão, trazendo a sensação de frio, como tivemos em vários dias da primavera. A chuva de janeiro de 2011 em São Paulo deve ficar acima do normal, mas não tanto como foi em janeiro de 2010. Fevereiro deve terminar com chuva dentro da média. Para março, a tendência é de que São Paulo tenha menos chuva do que e média.