Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Zona sul de São Paulo: 97 mm de chuva em 1 hora

05/02/2010 às 11:52
por Josélia Pegorim

O te
mporal que ocorreu na tarde de ontem na zona sul da cidade de São Paulo deixou 97,2 milímetros de chuva acumulados na região do Zoológico. A medição foi feita pela estação meteorológica da USP, que fica em frente ao Zoo da capital paulista. Segundo os técnicos da estação, foi a maior quantidade de chuva no local desde 2004. O que mais impressionou foi que praticamente toda chuva caiu em apenas 1 hora, o que dá dimensão da violência com que a chuva caiu na região.  Tecnicamente este volume de 97 milímetros já seria muito elevado se fosse acumulado em 24 horas. O total de chuva acumulado na estação meteorológica da USP este mês está em 128,8 milímetros. A média normal para fevereiro é de 207 milímetros. Abaixo, os maiores totais de chuva, em 24 horas, na estação meteorológica da USP, que faz medições regulares desde 1935. Total              ano               mês               dia
117,1mm 2000 JAN 12
131,6mm 1971 FEV 25
145,9mm 1966 MAR 6
80mm 1966 ABR 7
96,3mm 2005 MAI 24
78,8mm 1987 JUN 14
73,8mm 2009 JUL 11
52,3mm 1993 AGO 24
84,2mm 2009 SET 8
103,6mm 2001 OUT 1
100,6mm 2004 NOV 27
111,5mm 1960 DEZ 18
Em outro ponto da cidade, na zona norte, o Instituto Nacional de Meteorologia já registrou aproximadamente 146 milímetros de chuva no Mirante de Santana, até as 10 horas de 5 de fevereiro. Este total equivale a 62% da média de chuva normal este mês , que fica em torno de 234 milímetros. O calor continua intenso nesta sexta-feira e no fim de semana na Grande São Paulo e os temporais  poderão se repetir em várias áreas da região. Antes da chuvarada, o sol aparece forte. Na semana que vem, uma frente fria chega a cidade trazendo chuvas mais frequentes para as vésperas do Carnaval. Esta frente fria vai trazer mais nuvens para a Grande São Paulo a partir de  quarta-feira, mas não terá força para fechar  completamente o tempo. Não vai esfriar. O calor vai voltar aos níveis normais, porque tem estado muito acima do normal nos últimos dias.