Junho começa frio no Sul do Brasil

28/05/2012 às 11:17
por Fabiana Weykamp

Atualizado em 28/05/2012 Análise das condições do tempo no Brasil na última semana: Semana foi marcada por chuva em grande parte do Brasil. * Diferente do que ocorre normalmente, neste mês de maio de 2012, a umidade ainda está elevada em grande parte do Brasil. Por isso, o mês está terminando com chuva acima do normal em várias localidades do Sudeste, do Centro-Oeste e do Tocantins, como pode ser observado na Figura 1 que representa a anomalia de chuva neste mês de maio. As áreas em azul, representam chuva acima do normal. Figura 1 - Anomalia de chuva no período entre 01 e 27 de maio de 2012. * Na semana passada as chuvas caíram fortes e colaboraram para que o volume acumulado mensal ultrapassasse a média climatológica. A Figura 2, mostra os volumes de chuva registrados entre os dias 21 e 27 de maio. * Por outro lado, no Rio Grande do Sul tem chovido muito pouco. A frente fria que passou por este Estado na semana passada não provocou chuvas significativas. Figura 2 – Chuva acumulada no período entre 21 e 27 de maio de 2012. Previsão para os próximos dias no Brasil: Junho começa frio no Sul do Brasil. * Uma nova frente fria chega ao Brasil nesta semana. Há previsão de chuva para o Rio Grande do Sul, especialmente entre terça (29 de maio) e quarta-feira (30 de maio), mas não são esperados grandes volumes, como pode ser observado na Figura 3 que mostra o volume de chuva previsto para o período entre 29 de maio e 02 de junho. * Já no leste do Paraná e no Vale do Itajaí (SC), há expectativa de chuva volumosa, que pode acumular entre 70 e 100 mm. * Esta frente fria vem acompanhada de uma grande massa de ar polar que irá derrubar a temperatura na Região Sul. No final da semana há condições para a formação de geada em algumas localidades do RS e de SC. * No Sudeste e no Centro-Oeste também são previstas algumas pancadas de chuva para esta semana, mas não há indicação de chuva muito volumosa e nem de queda muito acentuada da temperatura. * Na Região Norte, as chuvas frequentes e volumosas se concentram sobre Roraima, o Amapá e o norte do Amazonas. * No Nordeste, áreas de instabilidade vindas do mar vão provocar pancadas de chuva que acumulam entre 30 e 50 mm entre o litoral de Alagoas e do Rio Grande do Norte. Em grande parte do interior da Bahia, no extremo oeste de Pernambuco e no sul do Maranhão e do Piauí, não há previsão de chuva. Nas demais áreas da Região, podem ser acumulados entre 02 e 30 mm de chuva. Figura 3: Previsão de chuva acumulada para o período entre 29 de maio e 02 de junho. * No período entre 03 e 07 de junho ainda há previsão de chuva para grande parte do Brasil, mas os volumes mais significativos se concentram no extremo norte do país. Figura 4: Previsão de chuva acumulada para o período entre 03 a 07 de junho.
publicidade
publicidade