SP está queimando mais em 2016

28/06/2016 às 14:37
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Em seis meses, estado já tem 50% dos focos de 2015

 

O estado de São Paulo teve muita chuva na primeira semana de junho, mas o restante do mês foi com predomínio de tempo seco. Na semana passada até choveu, mas em poucas áreas do estado.

A falta de chuva prolongada deixa a vegetação ressecada, o que facilita a proliferação de focos de fogo de queimada. Estamos apenas no início do período de estiagem e o estado de São Paulo já tem quase a metade do número de focos de fogo contabilizado durante todo o ano de 2015. Pela medição do Instituto de Pesquisas Espaciais, de 1 janeiro a 27 de junho foram identificados 953 focos de fogo no estado de São Paulo. Durante todo o ano de 2015 São Paulo teve 1984 focos.

O maior vilão do fogo paulista até agora foi o mês de abril. As temperaturas extremamente elevadas e falta de chuva de abril de 2016 fizeram com que focos de queimada proliferassem antes e em maior quantidade do que o normal para a época.

O gráfico mostra claramente esta situação. As barras em azul escuro representam o total mensal de focos de fogo no Estado de São Paulo no ano de 2015. As barras em azul claro representam o ano 2016, até o dia 27 de junho. Em abril de 2016 foram registrados 307 focos de fogo pelo estado de São Paulo, o que corresponde a 32% do total anual até agora.

 

 

 

Seca continua

Os paulistas vão passar por mais alguns dias com tempo seco. A chance de alguma chuva é praticamente nula pelo menos até o dia 5 de julho. Uma frente fria deve passar pelo litoral paulista entre os dias 7 e 8 de julho, mas por enquanto, a previsão é de que a chuva desta frente fria ocorra em poucas áreas do estado.

Os mapas mostram a projeção de chuva para os próximos 10 dias, onde a cor branca indica ausência de chuva.

 

 

 

 

Horizonte poluído na região de Campinas

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

13°
min

20°
max

2mm / 20%