publicidade

Calor e muita fumaça no Pantanal

11/01/2017 às 13:00
por Maria Clara Machado

Atualizado 11/01/2017 às 15:19

Oferecimento

As queimadas na Região do Pantanal se agravaram nos últimos dias espalhando fumaça e afetando não só a população, mas também os animais silvestres. Imagens aéreas divulgadas pela imprensa captaram a fumaça sobre o rio Paraguai. Os focos de fogo já duram mais de uma semana e começou do lado boliviano, informa a equipe de bombeiros de Corumbá. São os ventos que estão trazendo a fumaça para a região pantaneira de Mato Grosso do Sul. Uma imensa área de vegetação equivalente 4 mil campos de futebol já foi devastada. 


Imagens do satélite Terra/Modis da Nasa mostram os focos de fogo ao redor de Corumbá, na fronteira com a Bolívia:




Os bombeiros relatam que os animais, fugindo das queimadas, vão parar nas áreas urbanas de Corumbá. Dezenas são resgatados e levados para um centro de reabilitação em Campo Grande. A população reclama da qualidade do ar, bastante prejudicada pela fumaça.

 

A quarta-feira (11) amanheceu novamente com visibilidade prejudicada pela fumaça no aeroporto de Corumbá, no pantanal de Mato Grosso do Sul, fronteira com a Bolívia. Às 10 horas, horário local, a visibilidade horizontal mais baixa foi de 3000 metros. "O vento predominante pela manhã foi de norte/noroeste, o que traz a fumaça da Bolívia para o Mato Grosso do  Sul", explica a meteorologista Josélia Pegorim.

"2017 começou com pouca chuva na região o que agravou a situação. Janeiro não seria uma época de queimadas e problemas com fumaça na região como está acontecendo", acrescenta a meteorologista.

Calor extremo em Cuiabá

Recorde de calor em Campo Grande essa semana

Previsão é de chuva para os próximos dias 
O calor intenso vai continuar em Mato Grosso do Sul nesta quarta e quinta-feira. Em Corumbá, a máxima prevista hoje é de 37°C. Há previsão de pancadas de chuva localizadas, mas nada que possa aliviar os focos de fogo e fumaça.

Na sexta-feira (13), as áreas de instabilidade voltam a se espalhar pela Região do Pantanal e o tempo vai ficar bastante instável. Um novo sistema de baixa pressão atmosférica vai se formar entre a Bolívia e o Paraguai possibilitando a volta da chuva. As pancadas de chuva serão mais frequentes e há condições para chuva forte. O calor pode diminuir um pouco. 

Número de focos de queimada chama a atenção
O número de focos de fogo no estado de Mato Grosso do Sul nos 10 primeiros dias de 2017 já chama a atenção. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), foram registrados 186 focos de queimada do dia primeiro ao dia 10 de janeiro.

Em 2016, foram 29 focos nesse mesmo período. Nos últimos sete anos, esse é o começo de janeiro com mais queimadas no estado de Mato Grosso do Sul, demonstram os dados do INPE. 

Especialmente em Corumbá, foram registrados 82 focos de queimada só nas últimas 48 horas. O total mensal está em 140 focos no município.

Veja também: 

Chuva para o ES, norte de MG e BA

FASES DA LUA

  • Minguante
    20/03
  • Nova
    27/03
  • Crescente
    05/03
  • Cheia
    12/03

ESTAÇÕES DO ANO

  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12