Muita chuva para o RJ e Zona da Mata de MG

17/01/2017 às 14:26
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Cavado e frente fria influenciam o Sudeste

As áreas de instabilidade que já estão sobre a Região Sudeste do Brasil serão reforçadas nos próximos dias pela presença de um cavado e de uma frente fria no mar.

Por causa da passagem de um grande cavado na altitude aproximada de 6 mil metros e de uma frente fria, as áreas de instabilidade que já estão sobre parte da Região Sudeste vão se intensificar nos próximos dias provocando muita chuva em algumas áreas dos estados de São Paulo, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro.

 

 

Os maiores volumes de chuva são esperados para a região entre a Grande Belo Horizonte, a Serra da Mantiqueira, na divisa de São Paulo com Minas Gerais e para o estado do Rio de Janeiro. A região da Zona da Mata Mineira e a Região Serrana do Rio de Janeiro poderão acumular cerca de 200 mm de chuva em 5 dias, o que representa um volume de chuva extremamente elevado.

Como já choveu forte nos últimos dias nestas áreas, o solo já está com muita água e o nível do rio está alto. Por isso, a situação nos próximos dias é bastante preocupante, pois aumenta o risco de deslizamento de terra e de transbordamento de rios.

Confira a previsão para a Região Sudeste diariamente.

 

 

As áreas de instabilidade não ganham forma sobre o Espírito Santo e nem sobre a região do Vale do Rio Doce e do Vale do Jequitinhonha. Nestas regiões, pouca chuva está sendo esperada para os próximos cinco dias.

 

A frente fria avança pelo mar e nesta quarta-feira já atinge o litoral sul do estado de São Paulo. Na quinta-feira, esta frente fria alcança a o litoral sul do estado do Rio de Janeiro. Na sexta-feira, esta frente fria se afasta ainda mais em alto-mar.

O cavado avança da Região da Sul e entre os dias 18 e 21 de janeiro se desloca entre São Paulo, Minas Gerais e o Rio de Janeiro.

O cavado é uma região na atmosfera onde o fluxo de ar e os ventos tendem a fazer um movimento ciclônico, no sentido horário. Na atmosfera, cavados podem ocorrer em diversos níveis de altitude e como as áreas de baixa pressão atmosférica, concentram umidade e calor potencializando a formação de nuvens carregadas e de áreas de instabilidade. Mas um cavado não está associado a uma massa de ar polar, como ocorre com toda frente fria.

 

Saiba mais sobre o grande cavado que passa pelo Sudeste do Brasil

 

A meteorologista Josélia Pegorim comenta sobre a chuva volumosa esperada para parte do Sudeste do Brasil nos próximos dias.

 

 

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

19°
min

28°
max

5mm / 90%

Rio de Janeiro - RJ

22°
min

31°
max

39mm / 90%

FASES DA LUA

  • Nova
    15/02
  • Crescente
    23/02
  • Cheia
    31/01
  • Minguante
    07/02

ESTAÇÕES DO ANO

  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06
  • Primavera
    22/09