Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

Depressão tropical Choi-Wan está próximo da costa sul de Taiwan

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

Choi-Wan, que surgiu como uma Depressão Tropical no dia 29 de maio no Oceano Pacífico Noroeste (um pouco afastado da costa leste das Filipinas), ganhou força logo em seguida e até chegou à categoria de Tempestade Tropical no dia 30 de maio, condição sob a qual tocou o solo filipino na última terça-feira (1/06), movendo-se para noroeste.

 

O sistema atravessou o país nos dias 2 e 3 de junho mais fraco, sob categoria de Depressão Tropical, sustentando ventos máximos de apenas 55km/h. Ainda ontem, o sistema chegou a ganhar um pouco de intensidade novamente, virando outra vez uma Tempestade Tropical, próximo à costa noroeste das Filipinas.

 

stormgeo_depressão

Figura: Stormgeo - posição da depressão tropical Choi-Wan nesta sexta-feira, 4 de junho

 

Nesta sexta-feira, 4 de junho, Choi-Wan perdeu força de volta, sustentando ventos máximos de 55km/h, sob categoria de Depressão Tropical, se aproximando da costa sul de Taiwan. O alerta é para agitação marítima entre a costa norte das Filipinas e a costa sul da ilha de Taiwan, além de chuva moderada à forte e rajadas de vento.

 

Amanhã (05), o sistema perde ainda mais força e volta a se afastar de Taiwan, movendo-se para nordeste em alto mar, devendo se dissipar até o final do dia.

 

Depressão Tropical Blanca

 

Blanca, que surgiu no Oceano Pacífico Nordeste (um pouco afastado da costa sudoeste do México) no último domingo (30/05) como uma Depressão Tropical, passou a mover-se nos últimos dias para noroeste em alto mar, ganhando intensidade e chegando à categoria de Tempestade Tropical no dia 1° de junho.

 

No entanto, no dia 2 de junho, o sistema já voltou a perder intensidade, virando novamente uma Depressão Tropical conforme move-se em direção a águas gradualmente mais frias, cada vez mais afastado do México ou qualquer outra área habitada.

 

Nesta sexta-feira, 4 de junho, o sistema já está bem mais fraco, sustentando ventos máximos de 46km/h, movendo-se para oeste em alto mar no Pacífico Nordeste. O sistema ainda amanhã (05/06) enfraquece mais um pouco, devendo dissipar-se de vez no domingo, dia 6 de junho.

 

Leia também: Furacões: um guia completo sobre o fenômeno

+ mais notícias