Ícone de alerta
Alerta anterior Próximo alerta Fechar alerta

São Paulo registra quebra na safra de milho

Compartilhar Compartilhe no Whatsapp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter

3 min de leitura

A frente fria que avançou sobre o estado e as geadas indicam perdas severas na cultura de milho segunda safra em São Paulo. Em algumas situações, principalmente nas regiões norte e noroeste do estado, foi identificada perda total da lavoura. As informações são do 11° Levantamento da Safra de Grãos 2020/2021, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

 

Em São Paulo, o plantio de milho segunda safra ocorreu, majoritariamente, entre os meses de janeiro e março. Com isso, a maior parte do grão estava em fase de enchimento e maturação quando foi alcançado pelas questões climáticas (estiagem e geadas). Nas regiões onde o Clima é mais frio e úmido, com ocorrência de neblina durante as noites – como Assis, Ourinhos e Pedrinhas Paulista –, a perda de produtividade foi menor. 

 

A Conab estima que a produção paulista do milho segunda safra será de 1,4 milhão de toneladas, indicando uma retração de 38,8% em relação à safra anterior. A produtividade deverá ser 40,9% menor que aquela observada no último ciclo, apesar do aumento de 3,6% na área cultivada.

 

Mudanças climáticas e o impacto no Agronegócio

 

Milho total

 

A produção total de milho em São Paulo, incluindo estimativas para primeira safra, será de 3,27 milhões de toneladas – uma redução de 22,2% em relação ao resultado obtido em 2019/20. A área total cultivada foi de 885 mil hectares, com uma produtividade média de aproximadamente 3,7 mil quilos por hectare (23,4% menor que aquela observada no ciclo anterior).

 

Como planejar uma safra e monitorar sua fazenda?

 

Otimizar o plantio, ficar de olho no Clima para avançar com os trabalhos no campo e observar o desenvolvimento da cultura para evitar perdas são algumas das decisões que você produtor rural precisa tomar durante a safra. 

 

Agroclima Pro é um serviço de tecnologia da Climatempo que utiliza o conhecimento meteorológico. Com ele você pode acessar o histórico de dados de Clima para sua fazenda e pode detectar áreas com menor vigor vegetativo. Além disso, você fica sabendo como será a demanda hídrica da sua lavoura nos próximos 15 dias e ainda consegue identificar os melhores dias e horários para realizar as pulverizações.

+ mais notícias