A imagem do ar seco

09/05/2013 às 13:28
por Josélia Pegorim

Oferecimento
A fo
rte massa de ar polar que invadiu o centro-sul do Brasil esta semana derrubou a temperatura, provocando recordes de frio generalizados no Sul, mas também reduziu muito os níveis de umidade do ar. Isto sempre acontece quando o ar polar passa por um lugar, pois é um ar naturalmente seco. Quando ar seca muito, como se observa hoje e ontem, praticamente nenhuma nebulosidade se forma. Mas também é nesta situação que é possível ver pelas imagens de satélite, no modo visível, o contornos de grandes corpos d´água, como rios e lagos. A temperatura da água está mais alta do que a o solo e a água aparece num tom de preto mais escuro. Nas imagens abaixo, as áreas circundadas em amarelo indicam vários corpos d´água como o rio Tietê e a represa de Jurimirim, em São Paulo, a represa de Furnas, no sul de Minas, o rio Paraná, na divisa de São Paulo com o Mato Grosso do Sul, a Lagoa dos Patos e a lagoa Mirim, no Rio Grande do Sul, e o rio Paraguai, na Argentina.  

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

17°
min

30°
max

10mm / 71%

Patos - PB

25°
min

37°
max

0mm / 0%

FASES DA LUA

  • Minguante
    19/11
  • Nova
    26/11
  • Crescente
    04/11
  • Cheia
    12/11

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    23/09
  • Verão
    22/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    20/06