Ar fica mais seco em SP. Risco de “estado de alerta” aumenta.

02/08/2012 às 11:54
por Josélia Pegorim

Oferecimento
Uma
grande massa de ar seco e quente vem predominando sobre o Brasil e atua com mais força nos próximos dias também sobre o Estado de São Paulo. Os níveis de umidade do ar tendem a baixar em todas as regiões paulistas e até o domingo, várias áreas do Estado poderão ficar em “estado de alerta” por algumas horas. Pelos padrões da Organização Mundial da Saúde, o “alerta” para o ar seco, é determinado para níveis de umidade relativa entre 12% e 20 %. Níveis abaixo dos 12% determinam o estado de emergência. Quando a umidade relativa do ar fica entre 21% e 30%, a situação é de atenção. Na tarde do domingo passado, a região do aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, entrou em “estado de alerta”, pois o nível de umidade do ar baixou para 20%. Até o sábado, a chance dos níveis de umidade do ar ficarem abaixo dos 20% no Estado de São Paulo tende a aumentar. A massa de ar seco que já está forte sobre o país se intensifica até sábado. Além disso, o centro desta massa de seco, que é a região mais intensa do sistema, ficará mais próximo de São Paulo nos próximos dias.   Frente fria aumenta a umidade no domingo A baixa umidade do ar inibe a formação de nuvens e a ocorrência de chuva. Assim, quase todo o fim de semana será ensolarado  no Estado de São Paulo e até com calor na maior parte do dia. Mas uma frente fria muda o tempo no leste de São Paulo no domingo. Os ventos marítimos voltam a soprar trazendo muita umidade para a Grande São Paulo. O aumento de umidade vai gerar muitas nuvens e até garoa no fim da tarde e noite do domingo.

CIDADES RELACIONADAS

São Paulo - SP

16°
min

23°
max

2mm / 20%