São Paulo seca e quente

04/08/2014 às 14:38
por César Soares

Oferecimento
Segundo a Organização Mundial de Saúde, a faixa de alerta para baixa umidade do ar foi atingida.
Atualizado em 04/08/2014 às 16h15   Uma grande massa de ar seco e quente predomina sobre o Sudeste e o Centro-Oeste do Brasil. A persistência do sistema ao longo dos dias, favorece a rápida queda dos índices de umidade relativa do ar.    

Diversas cidades ficaram na faixa do alerta durante a tarde da segunda-feira (04), inclusive a capital paulista. Segundo informações da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) no Mirante de Santana os índices de umidade relativa do ar caíram aos 20%, o que já indica a condição de alerta para a baixa umidade presente no ar.

Essa condição favorece a ocorrência de camadas atmosféricas de inversão térmica, que deixam os poluentes concentrados mais próximos à superfície e sujeitos a prejudicar a respiração e causar ardência nos olhos.

Mas os paulistanos podem respirar aliviados! Uma frente fria passa na terça-feira (05) e vai trazer mais umidade para toda a faixa leste de São Paulo, incluindo a capital. Os ventos também favorecem a mistura das camadas de ar, e desta forma os poluentes de dissipam mais facilmente. Há a previsão de chuva a qualquer momento, de forma mais localizada pode chover forte.

Você sabe o que é inversão térmica? O meteorologista César Soares explica e ainda comenta a qualidade do ar em dias muito secos.

FASES DA LUA

  • Nova
    18/11
  • Crescente
    26/11
  • Cheia
    04/11
  • Minguante
    10/11

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06