Sol volta a aparecer no Triângulo Mineiro

28/07/2014 às 16:50
por César Soares

Oferecimento
O ar seco começa a ganhar força no Triângulo Mineiro. As tardes ficam mais agradáveis, mas as madrugadas seguem mais frias.

A frente fria que passou pelo pelo Sudeste na última semana, deixou o inverno com outra cara. Do ponto de vista da climatologia, o inverno é uma estação com predomínio de massas de ar secas e frias. No entanto, a frente fria trouxe bastante umidade e provocou pancadas de chuva que vieram com um volume elevado em diversas áreas do centro-sul de Minas Gerais. Tanto que em Belo Horizonte já temos o Julho mais chuvoso em 36 anos com um acumulado de 49,6mm, segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).

O mapa de anomalia de chuva mostra que a Região Metropolitana de Belo Horizonte,o sul e o Triângulo Mineiro estão com volumes de chuva superiores à média climatológica normal para o mês e Julho. Os valores em muitas vezes se aproximam dos 100mm de diferença.

 

E não foi só a chuva que mudou as condições do tempo no Triângulo Mineiro, a presença de nebulosidade fez com que os raios solares tivessem mais dificuldade para passar pela atmosfera. A temperatura caiu e teve pouca variação ao longo do dia. As temperatura mínimas ficam mais elevadas com a presença de nebulosidade, uma vez que a atmosfera não perde tanto calor.

 

A umidade relativa do ar seguiu bastante elevada com a passagem da frente fria, afinal o ar mais frio e mais úmido avançou sobre o ar mais quente e mais seco que predominava até então.

   

E durante esta semana o sol volta a aparecer sobre o Triângulo Mineiro. As áreas de instabilidade se afastam e junto com ela a nebulosidade vai embora. O ar seco começa a ganhar força e a temperatura volta a subir aos poucos. No entanto, as madrugadas ainda seguem um pouco mais frias.

   

FASES DA LUA

  • Nova
    18/11
  • Crescente
    26/11
  • Cheia
    04/11
  • Minguante
    10/11

ESTAÇÕES DO ANO

  • Primavera
    22/09
  • Verão
    21/12
  • Outono
    20/03
  • Inverno
    21/06