Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Kilo de furacão a super tufão?

01/09/2015 às 14:17
por César Soares

Kilo de formou no Pacífico Ocidental e ganhou força ao avançar para o oeste. Seus ventos se intensificaram e ele chegou a ser classificado como categoria 4 na escala Saffir-Simpson, quando seus ventos médios sustentados ficaram próximos aos 250 km/h.

 

 

Mas o que mais chama atenção no furacão Kilo é que ele não pode ser mais chamado de furacão. Não porque ele tenha perdido intensidade e se tornado uma tempestade ou depressão tropical, muito pelo contrário afinal o ciclone tropical ganhou força.

O sistema cruzou o Pacífico, passando da parte ocidental para a oriental. Por esse motivo já é classificado como um tufão e devido a sua intensidade já nasceu como um super tufão.

Segundo informações da Agência Meteorológica Japonesa (JMA - sigla em inglês) o centro de baixa pressão atmosférica é estimado em 950hPa, os ventos médios sustentados próximos ao centro são de 165 km/h e as rajadas máximas alcançam os 235 km/h.

Os modelos de previsão indicam o enfraquecimento gradativo do super tufão Kilo até a sua dissipação. Não há previsão de regiões continentais serem atingidas.