Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Quando volta a chover em SP, no RJ, GO e DF?

18/04/2016 às 12:18
por Josélia Pegorim

O sistema de alta pressão subtropical do Atlântico Sul (ASAS) vem atuando com força acima do normal neste mês de abril sobre o Sudeste e o Centro-Oeste do Brasil. A falta de nuvens e de chuva é efeito da forte atuação da ASAS. Durante a primeira quinzena de abril, muitas áreas destas Regiões registraram níveis de umidade relativa do ar entre 20% e 40% por várias horas consecutivas, muito abaixo do mínimo recomendado pelo OMS (Organização Mundial de Saúde) que é de 60%.

 

 

 

Além da secura do ar, da falta de chuva, o calor é outro fator que tem incomodado bastante.

Brasília bateu o recorde histórico de calor para abril por duas vezes e só choveu uma vez até agora, na virada de março para abril. Goiânia está sem chuva desde o início do mês e já teve a maior temperatura para abril desde 1961. Cuiabá bateu o recorde histórico de calor para abril em 104 anos de medições, com um calor descomunal de 38,9°C.

No último fim de semana, a cidade do Rio de Janeiro foi o lugar mais quente do Brasil, com temperatura em torno dos 38°C em algumas áreas da cidade. Em São Paulo, abril está caminhando para ser o abril mais quente em 73 anos de observações meteorológicas. A secura de abril também chama atenção em Belo Horizonte, onde abril de 2016 poderá ficar entre os cinco meses de abril mais secos já registrados na capital mineira desde 1910. A falta de chuva e o calor também afetam o Espírito Santo, onde só choveu com fartura em janeiro, mas a crise hídrica vem desde o verão de 2014.

Mas o bloqueio atmosférico que está deixando o Sudeste e o Centro-Oeste mais seco e quente do que o normal deve enfraquecer durante o feriado prolongado. Na próxima semana, depois do dia 24 de abril, uma grande frente fria deve chegar ao Brasil com força para provocar chuva pelo interior do Sudeste e do Centro-Oeste.

Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim.