Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

Até quando vai este calor?

11/07/2016 às 14:33
por Josélia Pegorim

 Sem a chuva e sem ar polar para temperar o ar, o ar esquentou muito também no centro-sul do Brasil. A secura do ar é do inverno, mas o calor é de começo de primavera.

No noroeste do Paraná, a temperatura na tarde do domingo chegou aos 31,7°C em Paranapoema, segundo Instituto Nacional de Meteorologia. Curitiba registrou máxima de 25,9°C e teve a tarde mais quente desde 25 de abril, quando a temperatura chegou aos 28,7°C.

O calor que se sentiu em São Paulo na tarde do domingo, e que persiste nesta segunda-feira, está bastante acima do normal para julho. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou uma temperatura máxima de 27,9°C no domingo, 10 de julho, e também foi a tarde mais quente na capital paulista desde o dia 25 de abril, quando fez 29,3°C.

Na cidade do Rio de Janeiro, o aumento do calor também foi notável na tarde do domingo. A temperatura se aproximou dos 32°C, o que não ocorria desde a segunda quinzena de maio.

 

No Canal Inverno: dicas para prevenir doenças típicas de inverno

 

O calor ainda deve aumentar no centro-sul do Brasil esta semana, mas já existe uma onda de frio forte à vista e que deve começar a influenciar a Região Sul no próximo fim de semana. Esta massa polar deve causar um intenso resfriamento no centro-sul do país já no fim de semana dos dias 16 e 17 de julho. Os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, o sul de Goiás, o Triângulo Mineiro e o Sul de Minas Gerais e o centro-sul do Rio de Janeiro vão sentir a brusca queda da temperatura no domingo, 17. O ar polar chega ao sul da Amazônia causando nova friagem.

A frente fria que traz esta forte massa polar vai conseguir romper o bloqueio da grande massa de ar seco e quente que vem predominando sobre o Brasil. Além de frio, esta frente fria vai trazer um pouco de chuva.

A meteorologista Josélia Pegorim comenta sobre o que esperar da nova onda de frio que vem por aí.