Climatempo

Climatempo Meteorologia

Obter
publicidade

O último frio primaveril?

17/11/2016 às 16:57
por Josélia Pegorim

Atualizado 18/11/2016 às 18:55

Outra massa de ar polar com intensidade moderada para os padrões de novembro entrou no Sul do Brasil no dia 17 de dezembro de 2016 causando forte queda da temperatura. O amanhecer do dia 18 de novembro foi com temperatura abaixo dos 10°C em praticamente todo o Rio Grande do Sul e Santa Catarina e no sul do Paraná. O Epagri-Ciram*, de Santa Catarina, registrou 1,3°C em Urupema e o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 1,8°C em Bom Jesus da Serra, na região do Morro da Igreja. As duas cidades ficam na parte mais elevada da serra catarinense. Estas temperaturas são muito baixas para a segunda quinzena de novembro, mesmo para os padrões de frio do Sul do Brasil.

Por causa desta massa polar, quem mora nos estados do Sul, em São Paulo, no Rio de Janeiro ou no centro-sul de Minas Gerais voltou uns seis meses no calendário. Esta é a atmosfera esperada para o fim de semana de 19 e 20 de novembro de 2016: novembro com cara de maio.

A reviravolta climática é um dos efeitos desta massa de ar de origem polar que espalhou o ar frio pelo centro-sul do Brasil. Este ar polar chegou bastante seco e reduz a umidade do ar. Frentes frias e suas massas polares passam pelo Brasil durante todo o ano, inclusive no verão. O que difere esta massa polar de outras é que ela chegou com força acima do normal para esta época do ano causando uma queda de temperatura mais acentuada do que seria o comum para novembro.

Espera-se que o ápice do frio desta massa polar ocorra na madrugada do sábado, 19 de novembro, com expectativa de geada em alguns locais das serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Gear em novembro não é comum, mesmo que seja uma geada fraca. Curitiba deve ter frio abaixo dos 10°C. FlorianópolisPorto Alegre devem ter temperaturas em torno desta marca.

O ar polar entrou também em Mato Grosso do Sul na sexta-feira, 18, fazendo a temperatura baixar para cerca de 13°C em Sete Quedas e em Amambaí. A temperatura pode baixar mais na madrugada do sábado, 19, mas volta a subir no domingo.

 

 

No Sudeste, o impacto desta nova massa de ar polar começou a ser sentido na sexta-feira, quando houve uma forte queda da temperatura e rajadas de vento frio sobre São Paulo, sobre o Sul de Minas e sobre o Rio de Janeiro. Na cidade de São Paulo, a temperatura caiu cerca de 10°C entre a tarde do dia 17 e a tarde de 18 de novembro. Na cidade do Rio de Janeiro, a queda foi de cerca de 5°C.  A sensação térmica na zona sul da cidade de São Paulo às 17h da sexta-feira, 18, chegava aos 11°C na região do aeroporto de Congonhas.

A expectativa é que o ar polar atue com mais força sobre o Sudeste do Brasil no sábado, 19,  transformando um dia de novembro em um dia frio de outono.

Na cidade de São Paulo, o termômetro pode baixar para até 11°C no domingo, o que é uma temperatura muito baixa para um dia de novembro. São Paulo pode ter a madrugada mais fria para novembro desde 2011.

O ar polar deve causar queda da temperatura acentuada até em áreas como a Grande Belo Horizonte e Vitória.

 

O último frio da primavera?

E se você acha que esta será a última lufada fresca da primavera, está enganado. Tem mais em dezembro. A meteorologista Patricia Madeira dá o recado: " O começo da segunda quinzena de dezembro, última semana da primavera, pode ser friazinha."

 

A meteorologista Josélia Pegorim comenta os efeitos da nova frente fria.

 

 

Esse friozinho além do tempo regulamentar tem mãe: La Niña

 

 

*Epagri - Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina/ CIRAM - Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina